Previsões Junho 2019 Ascendente Capricórnio

(alt=" ")

(alt=" ")

Apresentamos as previsões astrológicas  de junho 2019 para o   Ascendente Capricórnio:

No mês de junho as relações no local de trabalho e a atividade profissional serão o foco mais evidente (com os seus aspetos positivos e de conflito, se houver situações por resolver nesta área), a outra área a ficar evidenciada na sua vida , na última parte do mês, é a dos relacionamentos parcerias  e relações contratuais.

Até ao dia 15,  o Sol influencia as relações amorosas e, para além de intensificar os aspetos sensuais, pode igualmente causar súbitos desentendimentos, exigindo por isso diplomacia nesta área. O mesmo é aconselhável na relação com os filhos. Este período não é o melhor para o bom entendimento com os outros.  Mas os primeiros dias do mês, precisamente até dia 4, serão potencialmente mais favoráveis, com a presença de Vénus no próprio signo e favorecendo, se outros elementos do horóscopo confirmarem, a entrada de «dinheiro não ganho» devido a legado, indemnização, etc. O que Vénus terá dificuldade de favorecer, no entanto, é a felicidade conjugal, pois a energia do Sol não só é inimiga mas é também regente da 8ª casa.

O Sol, a partir do dia 15 , entra no signo Gémeos, ficando em conjunção com Marte, Vénus, Mercúrio e Rahu. Se os planetas estiverem fortes, como referimos atrás, é possível obter dinheiro não ganho, em especial a partir da perda de outros (testamento, seguros, etc.)  mas é difícil, sem uma análise particular de todas as configurações do horóscopo, prever exatamente como é que estas energias vão atuar na sua relação com os colegas de trabalho, colaboradores, dependentes, com a sua própria relação de trabalho, com a prestação de serviço aos outros, mas haverá muita energia em todas estas áreas, pelo que esta dimensão da  sua vida estará muito enfatizada.

Este é por isso um bom momento para se perguntar o que pode fazer pelos outros que são mais fracos , mais pobres, mais desprovidos de direitos e para se aperceber de que há demasiados exploradores e explorados, resistindo a usar os outros como instrumentos para aumentar o seu próprio poder e influência. Com o Sol aqui presente, você tem a oportunidade de transformar a sua identidade e a perceção que tem da vida , bem como do lugar que o trabalho e o «serviço» ocupam no seu propósito de vida.

Por outro lado, a  partir do dia 4, Vénus entra no signo Gémeos, onde ficará  em conjunção com o outro regente da casa da sorte, Mercúrio, que também rege a 6ª casa,  formando um raja yoga. Mas estará simultaneamente com Rahu e com Marte e numa casa que lhe é menos favorável, a 6ª. E, como referimos, acresce que, no dia 15, o sol também se junta a esta conjunção alargada. Assim, estra presença maciça na 6ª casa , de regentes de casas trinas como é o caso de Vénus e de Mercúrio, mas também de casas dusthana  afeta a boa sorte.  Marte  e o Sol  são, no entanto, maléficos naturais, dando bons resultados materiais nas casas dusthana, como é o caso desta. Mas, a haver resultados benéficos (o Sol, sendo regente da 8ª casa colocado na 6ª forma um viparita yoga) é duvidoso que tais resultados se estendam para a dimensão da felicidade e contentamento pessoais.

Mercúrio e Marte transitam na 8ª casa a partir do  dia 20 e 22, respetivamente. Mas Marte transitará debilitado na 7ª casa, o que não ajuda os relacionamentos, contratos e parcerias, colocando tensão também na vida familiar e na relação conjugal.  Os ganhos a partir de diversas fontes , as amizades de apoio e os investimentos a partir de redes alargadas o instituições financeiras dificilmente darão bons frutos agora. Quanto a Mercúrio, a sua ação, estando em conjunção com um planeta debilitado, não promove igualmente a sorte, nem as atividades criativas, a relação com os filhos, estudos superiores, etc. É tempo de fazer uma pausa ou manter um perfil baixo nestas matérias na última parte do mês.

Outra influência «de fundo» é a de Saturno, o regente do seu Ascendente, que  continua, ao longo deste ano, a transitar pela 12ª casa, fazendo com que a sua atenção se foque no «aqui e agora» e não no passado mas trazendo para o presente efeitos que vêm desse passado e limitam as condições do presente.

Os nodos transitam no eixo Gémeos/ Sagitário como referimos no trânsito de Rahu e ketu para o seu Ascendente . Este é um período para procurar superar antagonismos   e conflitos no plano material  e psicológico.

Júpiter continua o seu trânsito  até novembro, pelo signo Escorpião,  na 11ª casa, tendo o potencial de expandir os  ganhos materiais e a influência e reconhecimento sociais.

Saturno transita, ao longo de todo o ano, pelo signo Sagitário, na 12ª casa trazendo conteúdos do passado para um reajustamento da identidade no próximo ciclo de Saturno pelo seu Ascendente.

Deixe um comentário a sua opinião conta