Previsões Julho 2019 Ascendente Capricórnio

(alt=" ")

Apresentamos as previsões astrológicas  de julho 2019 para o   Ascendente Capricórnio:

No mês de junho as relações no local de trabalho e a atividade profissional  continuarão a   ser o foco mais evidente (com os seus aspetos positivos e de conflito, se houver situações por resolver nesta área);  uma outra área a ficar evidenciada na sua vida , na última parte do mês, é a dos relacionamentos, parcerias  e relações contratuais.

O Sol mantém-se, até dia 16 ,no signo Gémeos, ficando em conjunção com Vénus, Mercúrio e Rahu. Se os planetas estiverem fortes,  é possível obter ganhos  do trabalho  , de processos judiciais, indemnização,  etc. Os colegas de trabalho, colaboradores, dependentes podem contribuir ,de algum modo, para esses ganhos mas as energias presentes nesta casa são discordantes, havendo inimizade entre Mercúrio e o Sol , entre Rahu e o Sol,  entre o Sol e Vénus pelo que os efeitos serão incertos.

Note-se que, segundo a interpretação de alguns, a colocação do Sol, regente da 8ª casa, na 6ª casa forma um vipareeta raja yoga que, dizem os seus defensores, produz bons efeitos em termos de saúde, vitória sobre os oponentes e opositores, etc. Porém, esta interpretação não é aceite por todos pelo que o mais avisado será contar com efeitos mistos  destes trânsitos, ao mesmo tempo que mantém a mente aberta e está atento (a) ao que, efetivamente, sucede na sua vida no período em causa.

A partir do dia 16 o Sol entra na 7ª casa. Ora, o Sol rege a 8ª casa por isso toda a cautela é necessária se deseja salvaguardar o relacionamento conjugal e as parcerias de negócio. Como se não bastasse, Marte transita durante todo o mês, na 7ª casa, debilitado. Este é, definitivamente um período muito desafiador para o casamento e todas as parcerias, contratos, acordos, etc. Os parceiros podem faltar á palavra dada, mostrar deslealdade, podem ser rudes, violentos, etc., pondo à prova todo o seu sentido prático e levando a fazer cálculos inevitáveis de «pros e contras» quanto à manutenção da relação.

Vénus entra, igualmente neste signo, no dia 23 e, apesar de ser um yogakaraka, neste período em que está em conjunção com Marte debilitado, é pouco provável que ajude a melhorar os seus ganhos ou permita alcançar mais influência social. Os relacionamentos amorosos podem igualmente sofrer, com tendência para encontrar parceiros (a) que usam a brutalidade ou a força no relacionamento. Evite entrar num relacionamento com parceiros agressivos, esta pode ser uma energia violenta, em que os parceiros procuram o domínio da relação através do uso da força (e mesmo, em casos extremos,  do estupro).

Saturno, o regente do seu Ascendente, continua, ao longo deste ano, a transitar pela 12ª casa, fazendo com que a sua atenção se foque no «aqui e agora» e não no passado mas trazendo para o presente efeitos que vêm desse passado e limitam as condições do presente.

Os nodos transitam no eixo Gémeos/ Sagitário como referimos no trânsito de Rahu e ketu para o seu Ascendente . Este é um período para procurar superar antagonismos   e conflitos no plano material  e psicológico.

Júpiter continua o seu trânsito  até novembro, pelo signo Escorpião,  na 11ª casa, tendo o potencial de expandir os  ganhos materiais e a influência e reconhecimento sociais.

Saturno transita, ao longo de todo o ano, pelo signo Sagitário, na 12ª casa trazendo conteúdos do passado para um reajustamento da identidade no próximo ciclo de Saturno pelo seu Ascendente.

Deixe um comentário a sua opinião conta