Previsões Julho 2019 Ascendente Gémeos

(alt=" ")

(alt=" ")

Apresentamos as previsões astrológicas   de julho 2019  para o Ascendente Gémeos:

Este  continuará a ser  um  mês para se concentrar em si próprio (a) , com o regente do Ascendente , o Sol e Vénus a transitar pelo Ascendente : Mercúrio durante todo o  mês, o Sol até dia 16 e Vénus até dia 23, respetivamente.  Com  Rahu também aqui a transitar, são muitas energias diferentes e algumas discordantes, a influenciar a sua perceção geral da realidade.  Poderá aprofundar os efeitos do trânsito de Rahu para o seu Ascendente lendo o artigo  na parte final deste artigo.

A sua inteligência, capacidade para «pensar fora da caixa», para inovar e descobrir soluções novas e surpreendentes continua em evidência. Se trabalha numa área ligada às tecnologias, use  este período para criar soluções técnicas ou que promovam a informação de forma nova e mais eficaz. A «mistura» destas energias dá-lhe uma capacidade de inovar muito significativa.

Do mesmo modo, qualquer atividade de investigação está agora muito favorecida pois você é potencialmente capaz de pensar , intuir e encontrar soluções que são, ao mesmo tempo, geniais e em que mais ninguém consegue pensar tão bem.

O trânsito solar até dia 16 ajuda todas as iniciativas, permitindo  tirar partido de situações de risco  que exigem capacidade de liderança, inteligência e criatividade. E, a partir do dia 16, ajuda a obter ganhos a partir das ideias, iniciativas e projetos, talentos naturais. Mas tenha em atenção que a comunicação dentro da família pode nem sempre ser fácil. Evite a impaciência e a atitude de «eu é que sei».

Como dissemos no mês anterior, estará também com um comportamento muito excêntrico, com desejo de chocar os outros, de quebrar todos os tabus, sem que lhe interesse minimamente o que os outros possam pensar.   E também estará mais imprevisível do que é costume, com tendência para o nervosismo e uma «aceleração» ainda maior que se movimenta de uma coisa para a outra  com tanta rapidez que os que trabalham consigo não conseguem acompanhar.

A presença de Vénus no Ascendente inclina para a diversão, para os relacionamentos amorosos e sexuais, talvez sem muitas consequências. Neste mês pode apetecer-lhe pouco assumir os deveres aborrecidos e rotineiros do trabalho e deseja antes lembrar que «a vida é curta». O sentimento de «compromisso» com os deveres é sentido como pesado. Se, por outro lado, tem alguma atividade artística, neste período pode brilhar, ao mesmo tempo que também se diverte muito a fazer o que faz. Se habitualmente tem sorte ao jogo, pode tentar, se Vénus for forte no horóscopo. Mas, se em geral perde, evite o desejo de dar passos maiores do que as pernas para não se arrepender depois. É um bom período para lidar com crianças.

Marte transita pela 2ª casa durante todo o mês. Este é o trânsito problemático do mês e, no caso do Ascendente Gémeos, os problemas tendem a ser de ordem financeira, com despesas acrescidas. Pode haver desentendimentos com dependentes ou subordinados que terão por consequência despesas acrescidas. Vigie  a sua saúde neste período.  As relações familiares tendem igualmente a sofrer pressão.

A partir de dia 16 o Sol entra na 2ª casa e  fica em conjunção com Marte debilitado. O mesmo acontece com Vénus a partir de dia 23. Este período será menos favorável para a vida académica e atividades criativas. Os projetos e iniciativas começados agora podem causar perdas. Pode também haver problemas nos relacionamentos amorosos. A comunicação em todas as formas sai prejudicada agora.

Os nodos  transitam no eixo Gémeos/ Sagitário como referimos no trânsito de Rahu e ketu para o seu Ascendente e que poderá consultar para uma compreensão mais aprofundada desta influência.

Júpiter continua o seu trânsito  até novembro, pelo signo Escorpião, num trânsito importante para si  afetando  a sua relação como trabalho e os dependentes.

Saturno transita, ao longo de todo o ano, pelo signo Sagitário, 7ª casa,   colocando em pressão os relacionamentos e parcerias pessoais.

Deixe um comentário a sua opinião conta