Previsões Julho 2019 Ascendente Sagitário

mulher a cavalo

mulher a cavalo

Apresentamos as previsões astrológicas  de julho  2019 para o  Ascendente Sagitário:

No mês de julho mantém-se a tendência do último mês no que se refere aos  relacionamentos e parcerias, que são o ponto de referência para mudanças profundas na sua identidade e causa provável de algum trauma, pois alguma rutura nesta área é bem possível. Conflitos com parceiros- de negócios e  de vida- são muito prováveis, particularmente na segunda metade do mês.

Até dia 16, o Sol dá apoio às parcerias mas não impede o excesso de argumentação, (ou discussão) transitando em conjunto com Rahu , Vénus e Mercúrio retrógrado na 7ª casa. Estas energias, apesar de poderem ser positivas  para desenvolver estratégias de negócios, em especial com países estrangeiros, não têm o mesmo caráter benéfico no plano das interações com os parceiros próximos. Na área das transações comerciais, vendas, acordos e contratos de negócios, este pode ser um mês bastante positivo e capaz de trazer bons reforços financeiros, sobretudo em cenários competitivos com outros.

Mas, no plano pessoal, pode haver mal-entendidos, excesso de criticismo, ou simplesmente o desejo de conhecer parceiros novos em todas as áreas, o que pode, inevitavelmente, levar à rutura de relacionamentos existentes, pois você está à procura de algo exótico, extravagante, estrangeiro  ou diferente do habitual.

Este pode ser um período intenso de procura de parceiros (as) sexuais ou de parceiros que possam, de algum modo, ajudar a melhorar o seu estilo de vida e o seu status. Há uma propensão forte  para a indulgência em todo o tipo de prazeres sensuais, desejo de luxo,  de partilhar de todas as coisas que este mundo material tem para oferecer. Se encontrar um (a) novo (a) parceiro(a) agora, pode haver um fascínio muito grande e uma verdadeira obsessão que se sobrepõe a todos os outros interesses de momento e que pode levar a descurar todas as regras e limites que, em geral, observa.

Assim, o Sol até dia 16, Mercúrio  retrógrado durante todo  mês, Rahu por vários meses e Vénus até dia 23, conjugam as suas energias e causam tumulto nesta área de vida. São muitas energias diferentes a influenciar a casa das parcerias e do casamento, pelo que esta será uma área inevitavelmente crítica.

Rahu , por si só, cria instabilidade nesta área e pode dar origem a um frenesim de procura de parceiros, em especial, exóticos, não convencionais, estrangeiros ou de proveniência social e cultural distinta e pode criar a ilusão de que as parcerias que existem na sua vida não são capazes de o  (a) preencher.

Mas, na segunda parte do mês teremos vários  planetas a transitar pela 8ª casa, podendo surgir algum evento inesperado, inclusivamente uma doença. Vejamos:

O Sol entra na 8ª casa dia 16 e prejudica a sorte, a relação com figuras de autoridade , professores, o pai, mestres, padres, etc. Neste período as viagens para países estrangeiros também podem trazer algum imprevisto desagradável. É que, não apenas o Sol transita por uma casa pouco favorável como estará em conjunção com um planeta debilitado, Marte, que é o regente da outra casa da sorte.

Deste modo, não conte com «golpes de asa» neste período, oportunidades únicas na vida , etc. Os estudos superiores também não são favorecidos nem a realização de exames relacionados. A criatividade está igualmente enfraquecida. A relação com crianças também pode ter conhecido melhores dias. Evite fazer investimentos nesta altura, pois pode incorrer em perdas em vez de ganhos.

Vénus transita igualmente por esta casa a partir do dia 23  e este poderia ser um bom trânsito não fosse a presença de Marte debilitado a enfraquecer a ação de Vénus e do Sol.  Os amigos podem falhar agora e será pouco provável que obtenha ganhos de fontes diversificadas neste período. Pode haver desentendimentos inesperados com pessoas com quem tem trabalhado em harmonia.

Em alguns casos, pode haver relacionamentos sensuais múltiplos durante este mês, ao mesmo tempo que o relacionamento do casamento pode entrar em rutura

Os nodos transitam no eixo Gémeos/ Sagitário como referimos no trânsito de Rahu e ketu para o seu Ascendente . Este é um período para repensar todas as parcerias e a sua identidade, processo que será completado quando Júpiter,  o regente do seu Ascendente, entrar no signo Sagitário, no próximo mês de novembro.

Júpiter continua até novembro, no signo Escorpião, num trânsito   muito importante para si pois  desbrava o caminho para a formação de um novo sentido de identidade, ajudando a desenvencilhar-se do velho e gasto ao longo deste ano.

Saturno transita, ao longo de todo o a no, pelo signo Sagitário, no Ascendente   reduzindo a sua energia vital e trazendo um peso acrescido à sua perceção acerca da vida e  do que gostaria que ela fosse.

Deixe um comentário a sua opinião conta