Significados dos Planetas  segundo Vettius Valens

mão humana com uma miniatura do planeta terra

Neste artigo falamos dos significados dos planetas para além da referência às qualidades dos elementos e temperamento dos signos, que foi objeto do último artigo. Chamamos a atenção dos leitores para o facto de que a descrição que apresentamos a seguir está na base de todas as caracterizações dos planetas posteriormente seguidas pelas várias correntes astrológicas, desde a astrologia helenística, passando pela astrologia da Índia, árabe, renascentista e moderna. Referimo-nos às conceções dos planetas descritas pelo astrólogo do século II Vettius Valens, algumas delas perdidas com o passar do tempo mas que são fundamentais para compreender corretamente a natureza e efeitos dos planetas.

Segundo V. Valens, na obra Antologias, livro 1, cada planeta rege uma área determinada no universo. Assim, a Lua rege as previsões, o Sol rege a Luz, Saturno rege a ignorância e a «necessidade» (no sentido das leis do destino), Júpiter rege a posição social, a «coroa» (como governo real), o zelo. Marte rege a ação e o esforço, Vénus rege o desejo, o amor e a beleza, Mercúrio rege a amizade, a lei e a confiança.

Neste artigo sumarizamos os significados dos planetas aceites pela astrologia helenística tal como V. Valens os descreve na obra referida:

Sol:  tem natureza de fogo e representa a luz intelectual, sendo o órgão de perceção mental. Indica realeza, regras, o intelecto, inteligência, beleza, a perceção de que se é abençoado pela fortuna, governo dos deuses, reputação pública, juízo, ação, autoridade sobre as massas, o pai, o mestre, amizade, personagens da nobreza, cargos de governo (do país , de um lugar, uma instituição administrativa) honras públicas como ter uma estátua, uma pintura de si próprio , condecorações, altos cargos em instituições religiosas.

No corpo governa a cabeça; nos órgãos governa o olho direito. No tronco governa o coração. Governa também os nervos. No mundo material, governa o ouro, na natureza governa o trigo e a cevada. Pertence ao secto do dia. Na cor é amarelo e no sabor é amargo.

Lua: Recebe a sua luz do Sol, sendo por isso a sua luz «emprestada». Indica a vida do indivíduo no horóscopo, o corpo, a mãe, a conceção, a beleza na aparência física, a visão, a vida dentro do casamento, a nutrição, o irmão mais velho, a lida da casa e a «senhora que governa a  casa», a rainha, as posses, a fortuna , a cidade, assembleia do povo, ganhos e despesas, a família que vive em conjunto na casa, viagens, deslocações, deambulações sem rumo definido.

No corpo rege o olho esquerdo, o estômago, os seios, a respiração, o baço, a dura mater, a medula. No mundo material rege a prata e o vidro. Pertence ao secto noturno. Na cor é verde e no sabor é salgado.

Saturno-  Torna os que estão sob a sua influência mesquinhos, malignos, rudes, com falta de autoestima, solitários, enganadores, secretamente congeminando trapaças, rígidos, com falta de energia, com ar hipócrita, esquálidos, escuros , curvados, com olhar triste, importunos, miseráveis, ligados ao comércio marítimo.

Saturno causa lentidão, humilhações, desemprego, obstáculos nos negócios, processos judiciais muito longos, subversão nos negócios. Significa aprisionamento, correntes, segredos, acusações, lágrimas, desgostos, captura, luto, exposição de crianças (para serem vendidas como escravas, no mundo antigo e até final da escravatura legal). Rege a propriedade por isso, os que estão sob a sua influência são servos em quintas, na agricultura, rendeiros a trabalhar nos campos, cobradores de impostos das quintas e propriedades agrícolas. Os nativos sob a sua influência são violentos na ação. Saturno coloca também ao alcance dos nativos cargos de supervisão e gestão de propriedades de outros, tutoria dos filhos de outros, supervisão de pessoas pertencentes a diferentes posições sociais. Também lhes dá a função de pai adotivo.

No mundo material, rege o chumbo, a madeira e a pedra. No corpo rege as pernas, os joelhos, os tendões, a linfa, a fleuma, a bexiga, os rins, os órgãos internos escondidos. Rege os problemas de saúde relacionados com o frio e a humidade, como a hidropisia, neuralgia, gota, constipação, disenteria, hérnia, espasmos. Também é indicador de possessão (por espíritos), comportamento depravado.

Saturno causa nos nativos luto, ausência de filhos, torna-os celibatários e viúvos, causa luto, morte violenta por água, por estrangulamento, disenteria ou aprisionamento. Provoca igualmente queda de posição,  sendo a «estrela de Nemesis». Pertence ao secto do dia. Tem cor como a do castor e o sabor é adstringente.

Júpiter– significa sustento de crianças, engendrar, desejo, amor, laços políticos, aquisições, amizade com pessoas influentes e de valor, prosperidade, salário, prendas avultadas, grandes dons, abundância de colheitas, justiça, funções, ranks, agências de seguros, autoridade sobre templos, atividade de arbitrar, fundos, herança, irmandade, grupos de pessoas que estão em comunhão umas com as outras, beneficência, posse segura de bens, alívio de problemas, libertação de limites e apegos, liberdade, depósitos de fundos e dinheiro; mordomias.

No corpo Júpiter rege as coxas e os pés.  Rege também o esperma, o útero, o fígado, as partes do lado direito. Nos materiais rege o estanho. Pertence ao secto do dia. A cor é o cinzento quase branco e o sabor é doce.

Marte– é indicador de força, guerra, pilhagens, gritos, violência, prostituição, perda de propriedade, banimento, exílio, alienação dos pais, captura, morte das esposas, abortos, assuntos amorosos, casamentos, perda de bens, mentiras, esperanças vãs, forte assalto à mão armada, banditismo, pilhagem, brigas entre amigos, lutas, raiva, ódios, abusos verbais, processos judiciais.

Marte traz assassínios violentos com despedaçamento, cortes e derramamento de sangue, ataques de febre, ulceração, alta temperatura do corpo, queimaduras, correntes, tortura. Significa a masculinidade, falsas promessas, embaixadas em circunstâncias difíceis, deambular sem destino certo, ações envolvendo fogo ou ferro, artesanato e alvenaria.

Marte dá funções de comando, liderança, cargos no  governo, infantaria, campanhas militares, caça, jogos selvagens, quedas de alturas ou devido a ataque de animais, visão fraca, ataque vascular cerebral.

No corpo rege a cabeça, os genitais. Internamente, rege o sangue, os canais de esperma, a bile, a eliminação de excrementos. Rege o traseiro, as  partes baixas, as costas. Controla as partes duras e ásperas. Nos materiais rege o ferro, o vinho e os feijões. Pertence ao secto noturno, é vermelho em cor e o sabor é ácido.

Vénus– significa o desejo e o amor. Indica a mãe e a nutrição. Produz sacerdotes, superintendências, altas funções que dão direito a usar insígnias como anel de ouro ou coroa. Significa amizade, alegria, camaradagem,  aquisição de propriedade, compra de ornamentos, acordos com termos favoráveis, casamentos, atividades comerciais justas, voz agradável, gosto pela música, canto suave, beleza, pintura, mistura de cores em bordado, tingir, fabrico de unguentos, maestria nestas artes, bem como no artesanato ou comércio, trabalho com pedras preciosas e marfim.

Vénus faz do nativo alguém que pode trabalhar com ouro, também  um barbeiro, uma pessoa que gosta de limpeza e de brinquedos. Concede a posição de supervisor de pesos e medidas, padrões de pesos e medidas. Significa dar e receber presentes, riso, bom estado de ânimo, decoração, caça em lugares húmidos. Dá benefícios de mulheres em alta posição, ou a partir dos próprios talentos, concedendo altas benesses  nesses assuntos.

No corpo rege o pescoço, a face, os lábios. Rege o sentido do cheiro, a parte da frente do corpo dos pés até à cabeça, as partes envolvidas na atividade sexual. Internamente, rege os pulmões. Significa receber apoio de outros e prazer a partir de outros. No plano material rege as pedras preciosas e a joalharia de moda. Na natureza rege a azeitona. Pertence ao secto noturno. A cor é branca e o sabor é gorduroso.

Mercúrio- Indica educação, cartas, argumentação, raciocínio, irmandade, interpretação, embaixadas, números, contas, geometria, mercados, associação, jogos, juventude, roubo, comunicação, serviço, ganhos, descobertas, desportos, luta, declamação, obediência, supervisão, certificação, pesar e medir, teste de cunhagem (de moedas), versatilidade, audição. Significa inteligência, premeditação; rege os irmãos e os filhos mais novos, é criador da atividade de banqueiro e das atividades comerciais.

Faz do nativo um construtor de templos, modelador, escultor, médico, secretário, conselheiro legal, orador, filósofo, arquiteto, músico, profeta, augure, adivinho,  intérprete de sonhos, tecelão, fisiologista, estratega militar ou político. Favorece  os que têm por tarefa gerir trabalho sistemático na área das contas ou raciocínio. Mercúrio também produz mimos (arte da mímica) , levantadores de pesos e outros que ganham a vida mostrando alguma capacidade especial, ou usam a prestidigitação, truques ilusionistas de cartas, jogo, etc., que podem envolver alguma trapaça devido a rapidez de movimentos, uso da mão.

Rege igualmente os que interpretam os céus (astrólogos), os que usam o prazer e o charme para criar truques que entretêm e fazem ganhar dinheiro e fama. Mercúrio pode produzir diferentes efeitos de acordo com as configurações do horóscopo: de uns faz vendedores, de outros faz homens cultos; alguns estão nos serviços, outros no ensino, outros no comércio; alguns tornam-se agricultores, outros têm emprego público. A alguns Mercúrio concede rendas, autoridade, trabalhadores a cargo, a outros dá cargos num templo, vestindo traje luxuoso próprio de pessoas em alta posição. Os que têm Mercúrio colocado em graus desfavoráveis podem, no entanto, ter resultados pouco positivos. Os resultados em geral são caprichosos e pouco fiáveis.

No corpo Mercúrio rege as mãos, os ombros, os dedos, as articulações, a cintura, o sentido de audição, as artérias, os intestinos, a língua. No plano material rege o cobre e as moedas usadas para comprar e vender. A cor é azul. O sabor é acentuado.

Valens remata esta descrição afirmando que os planetas dão os seus resultados de acordo com a sua natureza e a natureza dos seus signos, bem como dos aspetos e conjunções que formam. Mas a sua colocação é um aspeto fundamental. Um planeta maléfico, quando está colocado numa boa casa e no secto apropriado, torna-se operativo e é capaz de produzir efeitos positivos. Se, por outro lado, for benéfico e estiver mal colocado ou no secto desfavorável, não consegue produzir efeitos positivos.

Deixe um Comentário a sua opinião conta