Previsões Agosto 2019 Ascendente Peixes

(alt=" ")

Apresentamos as previsões astrológicas  de  agosto  2019  para o  Ascendente Peixes:

No mês de agosto mantém-se o foco nas atividades criativas, na relação com os filhos, atividades artísticas se for o seu caso, relacionamentos amorosos, novos projetos, etc., durante a primeira parte do mês. Já na segunda metade, o foco são as relações de trabalho, a relação com subordinados, dependentes, envolvimento em causas humanitárias ou ambientais, defesa dos direitos, prestação de serviço aos outros sob alguma forma.

Assim, na primeira metade do mês deve fazer um esforço para manter o bom entendimento com os filhos e pessoas que estão sob as suas ordens ou dependência. A possibilidade de conflito é real, com argumentações e discussões. Também pode enfrentar despesas causadas por dependentes ou ter alguma situação de doença destes. Tanto o Sol como Vénus, contribuem para este resultado.

Marte, até ao dia 8, transita debilitado pela 5ª casa e  não é favorável para as atividades criativas , que podem sofrer perdas, nem para a relação com os filhos ou o (a) parceiro (a) amoroso (a). Também não ajuda nos bons resultados das atividades académicas. Se trabalha numa destas áreas, tenha alguma paciência nestes dias do mês. Evite despesas desnecessárias que geram dívidas.

A situação muda a partir do dia 8 com a entrada de Marte numa casa upachaya, onde dá excelentes resultados. Os ganhos e rendimentos e alguma nova oportunidade para ganhar dinheiro podem surgir a partir desta data e em especial depois do dia 16, quando o Sol, amigo de Marte e dispositor deste, entrar neste signo.

Até dia 16, o Sol mantém-se na 5ª casa, onde está conjunto com Vénus, de quem é inimigo e com Mercúrio, que entra no signo no dia 2. Ora, até dia 8, estas energias pressionam a sua atividade mental e são de evitar investimentos , novos projetos, jogos de azar, discussões com crianças ou parceiros românticos.

Depois de Marte sair desta casa, há um ligeiro alívio mas conte com as energias divergentes do Sol e de Vénus, regentes da 6ª e da 8ª casa, a pressionar conflitos, a gerar desarmonia em todas as áreas, obstruções e despesas inesperadas. Situações de tensão podem acontecer com o cônjuge e outros parceiros, seja por causa de dívidas seja por doença, ou por razão nenhuma.

No dia 16 Vénus entra na 6ª casa e tenha atenção aos excessos alimentares que podem causar problemas de saúde, especialmente doces. Vénus estará em conjunção com Marte e, se ambos estiverem fortes no horóscopo, há uma pequena chance de receber dinheiro inesperado, especialmente resultante de litígio em tribunal, indemnização, etc.

No dia 17 o Sol, regente do signo Leão, entra também no próprio signo. Este será um bom período para levar a melhor sobre os oponentes, competidores, ajudando a vencer litígios e competições. Situações pendentes em  tribunal e outros diferendos  tendem a resolver-se a seu favor.

Mas, quando Mercúrio, o regente da 7ª casa, entrar na conjunção, no dia 26, as parcerias e a relação conjugal podem deteriorar-se. Quaisquer razões de queixa em relação ao cônjuge e outros parceiros, na área dos negócios, agora virão ao de cima e arrastam a possibilidade de rutura. Se não é isso que deseja, reveja a forma como lida com os seus parceiros e parceiras.

Os  nodos transitam no eixo Gémeos/ Sagitário como referimos no trânsito de Rahu e ketu para o seu Ascendente . Este é um período para  redescobrir a vida familiar  e as suas fundações  e tirar partido de todos os bens da família .

Júpiter continua o seu trânsito  até novembro, pelo signo Escorpião,  na 9ª casa, tendo o potencial de expandir  a sorte , o conhecimento superior e ajudar a fundar um novo propósito de vida para o futuro.

Saturno transita, ao longo de todo o ano, pelo signo Sagitário, na 10ª casa   obrigando a assumir responsabilidades e deveres sociais que podem ser por vezes extenuantes mas trazem também a consciência positiva da prestação de serviço.

Deixe um Comentário a sua opinião conta