Trânsito de Júpiter 2019-20 Ascendente Gémeos

casal sentado no alto de montanha

casal sentado no alto de montanha

No artigo de hoje descrevemos os efeitos do novo trânsito de Júpiter 2019-20 para o Ascendente Gémeos. No próximo mês de novembro, dia 4, Júpiter abandona o signo Escorpião e entra no signo que rege, Sagitário, seu signo mooltrikona onde está dignificado. Por um período de 3 meses, entre 29 de março e 29 de junho, Júpiter  transitará no signo de debilitação, Capricórnio.

Voltará a transitar pelo signo Sagitário a partir de 29 de junho, em movimento retrógrado  mas sem voltar a sair de Sagitário até ao final do trânsito no dia 20 de novembro.

Júpiter lança aspeto, ao longo deste trânsito, para os signos Carneiro, Gémeos e  Leão  dois signos de elemento Fogo e um de elemento Ar. Inspiração, criatividade, expansão da identidade pessoal e disseminação de ideias e conhecimento, interação e diálogo com pessoas de outras culturas, outras crenças e religiões são favoráveis com este trânsito, que pode gerar mais sabedoria e compassividade na consciência coletiva.

Para ler o artigo sobre os efeitos gerais do novo trânsito de Júpiter, por favor clique aqui.

Efeitos Gerais  do Trânsito de Júpiter em Sagitário 2019- 20   Ascendente Gémeos

Mercúrio regente do signo Gémeos, tem uma relação de neutralidade com Júpiter  mas este é inimigo  de Mercúrio pelo que os efeitos deste trânsito são em geral mistos. No entanto, Júpiter estará dignificado, pelo que, no geral, os efeitos a esperar podem ser positivos.

Neste novo trânsito, Júpiter  transita pela 7ª casa do horóscopo, expandindo a área dos relacionamentos pessoais eu-tu, incluindo parcerias, casamento, formação de acordos, contratos,  relação com pessoas estrangeiras e países estrangeiros, etc. No entanto, há que contar com a presença, nesta mesma casa, de Saturno- até 22 de janeiro de 2020 e Ketu até 9 de março.

A presença de Júpiter e Saturno na mesma casa, durante um período  de tempo é um aspeto maior, conhecido como a «grande conjunção», que sucede a cada 18- 20 anos Mas a  conjunção exata entre estes planetas ocorrerá apenas em dezembro de 2020.

Para já, trata-se apenas da presença simultânea dos dois planetas no mesmo signo durante  cerca de dois meses. Mas, apesar de ainda não ser uma conjunção exata, tem sem dúvida um significado importante em termos de fechamento de um ciclo de vida e de começo de um novo ciclo maior.

Saturno e Ketu juntos ajudam a «acertar contas» com o passado e a libertar-se do mesmo; Júpiter abre as portas em direção ao futuro mais livre, pelo menos de alguns constrangimentos do passado.

Para o Ascendente Gémeos essa liberdade pode situar-se em relação às parcerias, incluindo o casamento, à residência ou trabalho em país estrangeiro, em relação à profissão.  Alguns eventos súbitos podem acontecer em alguma  destas áreas e mudar aspetos significativos da sua vida.

A 7ª casa relaciona-se   com relacionamentos de longo termo, laços legalizados por contrato, cônjuge, parceiro de vida e de negócios, vitalidade, fertilidade, paixão, natureza extrovertida, adultério, conduta moral, prazeres, conforto, vida em terras estrangeiras, sucesso nas relações amorosas, vida conjugal, residência  no estrangeiro, viagens, comércio, negócios, expansão, generosidade, respeito, o tipo de parceiro para o qual você é  mais atraído(a),  qualidade do casamento e, ao longo deste trânsito, você  verá expandir-se na sua vida vários destes significados, alguns dos quais poderão finalmente ser mais felizes.

A forma como se relaciona com os parceiros pode ser agora mais aberta, otimista, tolerante.  A relação com pessoas de origem estrangeira é um motivo de interesse e poderá sentir necessidade de viajar para estar em contacto com outras pessoas, para poder expandir um negócio ou parceria, ou simplesmente para conhecer pessoas de outras culturas, com crenças e valores diferentes.

Durante este trânsito pode também manifestar a energia de Júpiter de uma forma filantrópica, tornando a sua mente mais aberta para a generosidade e para a aprendizagem mútua nos relacionamentos a dois.

Mas tais significados são de esperar de forma mais evidente depois de Ketu abandonar o signo Sagitário, uma vez que se trata de uma energia «inerte» que não deixa surgir um verdadeiro entusiasmo vivo , gerando desapego e desatenção aos parceiros.

Todos os acordos, contratos, alianças de algum tipo (incluindo o casamento) realizados neste período podem revelar-se positivos, contemplando os interesses de todos e sendo baseados no respeito mútuo e na tolerância, deixando espaço ao outro para que se exprima de acordo com a sua própria natureza e de forma livre.  Serão de esperar novas parcerias na sua vida durante este trânsito.

Júpiter lançará aspeto para a 1ª casa- e deverá ter cuidado com os excessos na alimentação pois Júpiter não só o (a) tornará mais entusiasta, otimista e amigável como poderá fazer aumentar o seu peso; lança igualmente aspeto para a 3ª casa- favorecendo vivamente toda a atividade de  educação e comunicação , aprendizagem, escrita, realização de palestras e conferências, atividade jornalística e publicitária, realização de novos projetos, etc.; e lança aspeto para a 11ª casa, dos ganhos e rendimentos e das amizades influentes, podendo ajudar a encontrar apoio para projetos de inovação em alguma área.

Júpiter rege a 7ª e a 10ª casa, duas casas relacionadas com o estrangeiro e parceiros de origem estrangeira, com o cônjuge e os negócios e contratos, com a profissão e o casamento e estas áreas serão expandidas por Júpiter ao longo do ano.

Novas parcerias de negócio, ou algum negócio com expansão  no estrangeiro, novos parceiros de nível pessoal  ou até o casamento, talvez com alguém fora do seu círculo habitual ou de outra etnia ou país, podem acontecer agora.

Novas oportunidades profissionais também podem surgir, em especial as que têm ligação  com o parceiro de vida, podendo surgir um tipo de relação «dois em um» parceiros nos negócios e na vida.

Durante este trânsito, Júpiter vai transitar pelos Nakshatras: Moola, Poorva Ashada e Uttara Ashada.

O trânsito de Júpiter entre 20 de novembro e 4 de janeiro ocorre no Nakshstra Moola. Trata-se de um Nakshatra no qual Júpiter exerce um fator de equilíbrio  e é muito forte Mas a energia do Nakshatra, com regência de Ketu, é de dissolução, e este pode ser um período  no qual  o sentimento de inadequação, de separação em relação aos outros e às situações da vida em geral pode ser acentuado.

Acresce a situação de Saturno estar também a transitar por aqui, tal como Ketu, pelo que os efeitos de todas estas energias pode ser algo traumático em termos emocionais. Apesar disso, pode acontecer uma verdadeira «purga» emocional a nível profundo envolvendo a sua relação com os parceiros mais próximos.

Se tudo correr bem, depois de Saturno sair desta casa (finalmente, depois de mais de quase 3 anos) e Ketu a partir de março, você estará livre para uma nova compreensão da sua relação com o cônjuge e quaisquer outros parceiros e bastante mais entusiasta do que tem sucedido nos últimos tempos.

Preste atenção ao «pico» problemático entre 21 de dezembro e 4 de janeiro, em que a  vida familiar  pode ser um foco  sentido como subjetivamente «infeliz».

Mas este é um bom período no qual pode repensar muito bem as bases nas quais tem assentado o seu conceito de «família» e o modo de equilibrar a vida profissional e familiar.  Todos os aspetos associados que não lhe trazem satisfação, podem agora ser abandonados de vez, cortando toda a ligação com eles.

Júpiter ajuda equilibrar a energia deste  Nakshatra e pode ser fundamental para o (a) auxiliar a encontra  um novo equilíbrio em relação a estes aspetos da sua  vida. A vida profissional e os aspetos materiais decorrem, em geral,  sem problemas neste período.

O trânsito de Júpiter pelo Nakshatra Poorvashada entre 4 de janeiro   e 7 de março 2020 e depois entre 26 de julho e 30 de outubro 2020 é positivo para a vida pública e  profissional, para as atividades  financeiras e artísticas.

E pode ser bastante  favorável para os ganhos materiais e financeiros, quando Júpiter transitar pelo 3º pada  (entre 3 e 28 de fevereiro) pois este  é um pushkara navamsa. Este é um período especialmente favorável para a vida profissional e para a realização de acordos e contratos de todos os tipos (incluindo o do casamento).

Os  relacionamentos pessoais em geral  poderão ser menos felizes nesta altura mas o trânsito no Nakshatra favorece o envolvimento em causas humanitárias, de defesa ambiental, etc.. Uma forma de usar positivamente a energia deste Nakshatra é, pois, dedicar-se a alguma causa que vá para além da sua dimensão pessoal.

No período entre 7 de março e 26 de julho 2020 e depois novamente a partir de 30 de outubro, Júpiter transita pelo Nakshatra Uttara Ashada, que tem regência do Sol. Este trânsito permite a expansão de alguma alegria e diversão, como a música e as expressões artísticas em geral. Inclina para a filantropia e  para ações nobres em relação aos outros.

Este   pode ser um bom período para a sua visibilidade profissional e imagem pública. Júpiter   transitará pelo 1º pada, que é também um pushkara navamsa, dando apoio aos ganhos materiais, especialmente a partir das parcerias. Júpiter é aqui muito forte, pelo que este pada ajuda a equilibrar  tanto os aspetos materiais como os espirituais.

Deixe um comentário a sua opinião conta