Trânsito de Júpiter por Sagitário 2019-20

(alt=" ")

(alt=" ")

Neste artigo falamos dos efeitos gerais do trânsito de Júpiter 2019-20. Segundo a Astrologia Jyotish, que tem por referência o Zodíaco Sideral,  no qual é considerada a verdadeira posição dos planetas, Júpiter entrará no signo Sagitário, para mais um ano à volta do Zodíaco, no próximo dia  4 de novembro 2019.

Durante este trânsito, Júpiter vai entrar em movimento retrógrado  a partir do dia 29 de março 2020 , transitando no signo capricórnio, onde está debilitado, até 29 de junho. Serão 3 meses em que Júpiter faz uma «pausa» nas suas características benéficas, podendo dar origem a eventos menos positivos.

A partir do dia 29 de junho entra, em movimento retrógrado, no signo Sagitário, onde permanecerá até ao final do trânsito, em 20 de novembro de 2020.

Sendo um planeta que expande os significados do signo em que se encontra, Júpiter em Sagitário poderá ajudar a expandir mais sabedoria e humanitarismo ao longo deste trânsito.

Este período favorece uma abertura para compreender as diferenças sem as anular nem tentar aniquilar, ao nível da cultura, dos valores, das ideias, estimulando a tolerância, a generosidade  e o diálogo entre as pessoas.

Mais otimismo, capacidade para se colocar no lugar dos que sofrem injustiças e discriminação impulsiona as consciências para procurarem formar sociedades mais justas e acolhedoras para todos.

Mais preocupação pelos aspetos espirituais da vida e também, quando Júpiter está forte no horóscopo, mais sorte e  boas oportunidades para encontrar  um propósito de vida mais capaz de proporcionar realização pessoal, tanto material como espiritual e psicológica.

Mais interesse por compreender as grandes questões da vida e da existência e um desejo  mais forte de aprofundar o significado da vida  que se vive ou deseja viver, acompanhado de uma nova atitude capaz de largar as certezas «inabaláveis» para deixar surgir novas formas de compreender todas as coisas e a si próprio.

Um questionamento dos valores materialistas da sociedade e a clara visão do vazio que todas as posses acabam por trazer, poderá levar a alterar o modo de vida, a profissão, os objetivos de vida.

Porém, há que assegurar também uma consciência vigilante para que, nos meses em que Júpiter transitará pelo signo Capricórnio, todas as intuições vibrantes de iluminação interior que potencialmente podem tocar cada um em preciosas lições de vida, não se transformem em dogmas rígidos como se só houvesse um modo possível de definir a verdade, de viver e defender essa verdade.

Porque neste mundo em que vivemos, todas as verdades são relativas, incompletas, meros vislumbres que servem para inspirar, não para doutrinar.

Talvez por isso o trânsito de Júpiter comece por atravessar o Nakshatra de Moola, que desfaz os laços com todas as teorias , regras, modos «corretos» de pensar e de agir.

Porque, na sua máxima essência, a energia de Júpiter faz surgir a espontaneidade da intuição interna como forma privilegiada de atingir a verdade, deixando para trás a lógica limitada e limitadora dos conceitos parciais sobre o mundo.

Note-se que Júpiter representa a capacidade potencial de «ver o todo», de ultrapassar a visão limitada que divide em partes para permitir a visão global que compreende a síntese entre todas as partes. Deste modo, a sabedoria de Júpiter não se confunde com o desenvolvimento de teorias e conceitos, que são sempre limitados e parciais.

É preciso, deste modo, abrir-se para a intuição dentro de si, para poder abarcar a verdade que Júpiter pode trazer agora durante este trânsito. Não se trata de uma «verdade» para fundar uma regra, mas de uma corrente interna de inspiração, muitas vezes não traduzível por palavras.

Quer isto dizer que este trânsito de Júpiter  em 2019- 20 não tem nenhuma finalidade prática? Muito pelo contrário!

Tudo o que fazemos e o modo como vivemos é fruto daquilo que compreendemos e a energia de Júpiter ajuda a expandir a nossa compreensão levando-nos a ver a realidade de forma potencialmente mais verdadeira e mais livre e o mundo precisa, desesperadamente, de pessoas capazes de usar essa compreensão para transformarem as suas vidas e inspirarem outros a fazer o mesmo.

A violência e o egoísmo que são cada vez mais evidentes no mundo e nos líderes que o regem bem precisam da compassividade e da sabedoria da energia de Júpiter, da sua capacidade para ver a união entre todas as partes da vida ,  e compreender a futilidade e o erro de procurar divisão e separação, que só existe na mente dos que a procuram e não na realidade da própria vida.

No plano social e político, Júpiter traz a possibilidade de superar o individualismo e divisões por razões artificiais como a cor da pele, religião, crenças e  valores diferentes; traz também atitudes mais positivas e compassivas em relação ao próximo, com base na tolerância , no desejo de justiça e de paz.

No plano individual, dependendo do período dasa/antardasa   ativo e da sua relação com os trânsitos e o horóscopo natal, permite mais abundância, mais oportunidades  bem como a esperança de que o futuro pode ser melhor.

Para os que desejam fazer estudos superiores, este é também um bom período. No plano material, mais conforto e ganhos são igualmente possíveis.

Uma maior consciência do sagrado, dentro ou fora de uma religião, são favorecidos pelo trânsito de Júpiter, numa atitude aberta de diálogo com outras crenças e outros valores.

Durante o seu trânsito Júpiter  2019-20 transitará primeiro pelo Nakshstra de Moola, até 4 de janeiro de 2020; depois transita pelo Nakshstra de Poorvashada até ao dia 7 de março, data em que entra no Nakshatra de Uttarashada  por onde transita até 26 de julho. Nessa altura  fica retrógrado e volta a transitar pelos Nakshatras de Poorvashada (até 30 de outubro de 2020) e novamente pelo Nakshatra Uttarashada até ao final do trânsito em 20 de novembro de 2020.

. O  trânsito pelo  Nakshatra Moola   pode trazer alguns desafios,  sobretudo para os que têm o signo Sagitário em casas dusthana, embora Júpiter esteja bastante forte nesta posição e tenda a temperar os aspetos mais destrutivos do Nakshatra.

Para além de Mooola, também os Nakshatras de Poorva Ashada e de Uttara Ashada (este apenas nos dois primeiros padas) serão transitados por Júpiter. E, neste trânsito, dois padas são pushkara navamsa, podendo trazer um nível considerável de prosperidade material e ganhos, tanto mais visíveis quanto Júpiter for benéfico no horóscopo natal.

Assim, teremos dois períodos mais favoráveis  para os ganhos materiais: entre 3 e 18 de fevereiro 2020 e a parte final do trânsito de Júpiter entre 30 de outubro e 20 de novembro. Este último período tem a vantagem de favorecer tanto os resultados materiais como espirituais. Júpiter é muito forte neste pada.

O Trânsito pelo Nakshatra de Poorva Ashada – entre 4 de janeiro e 7 de março e entre 26 de julho e 30 de outubro não mostrará a energia de Júpiter de forma tão equilibrada, pois o Nakshatra tem regência de Vénus e Júpiter tem inimizade com o planeta.

Estes períodos , não obstante, serão favoráveis para os estudos, as atividades estéticas e artísticas, para a atividade profissional em geral mas podem indicar frustração ao nível dos relacionamentos.

Poderá Gostar de Ler

Deixe um comentário a sua opinião conta