Definições de Serapion- Forças e Fraquezas dos Planetas

Representação do Zodíaco

Continuamos a apresentar o glossário das definições do astrólogo helenístico Serapion, no texto Paranomasiai. Neste artigo descrevemos algumas das forças e fraquezas mais significativas dos planetas segundo este autor.

Planetas em Quadratura e oposição com o Sol– os planetas que formam o aspeto de quadratura (90º) ou Oposição (180º), este último designado por «diâmetro» com o Sol  são poderosos, mesmo que estejam colocados em casas «pouco proveitosas».

Dons de Saturno– Sejam quais forem os dons que Saturno confere ao nativo, estes não podem ser cancelados por nenhum  outro planeta.

Aspeto da Lua com Marte e Saturno– A Lua cheia em quadratura ou oposição (diâmetro) com Marte ; ou a Lua minguante em quadratura ou oposição (diâmetro) com Saturno, especialmente quando os planetas estão em casas pivot (angulares, isto é, kendra) indicam desgraças e banimento (rejeição, expulsão por parte dos outros.

Efeitos de um planeta no início e fim de um signo– Quando um planeta está colocado nos 3 primeiros graus de um signo  a «sua força» (influência) está no signo anterior; do mesmo modo, quando um planeta está colocado nos 3 últimos graus de um signo, a sua «força» (influência) está no signo seguinte.

Isto é ainda mais evidente quando se trata do Sol e da Lua. E se o planeta estiver na linha divisória entre dois signos, torna-se mais forte e desequilibrado.

Planetas, Casas e Idades da Vida– O marcador da Hora[1], os planetas colocados no Este (Ascendente) e os que se elevam de manhã,[2] indicam a melhor fase da vida; os planetas no Meio do céu (cúspide da 10ª casa) os que se erguem de manhã e os colocados na primeira parte do hemisfério diurno representam a juventude. E também mostram o melhor da vida devido à casa pivot (10ª).

Os planetas colocados no poente (7ª casa) os que se elevam de noite[3], os planetas colocados na 2ª parte do hemisfério diurno, os planetas colocados nas casas panapara (sucedentes) mostram a meia idade e também a melhor fase da vida devido à casa pivot (7ª).

Os planetas colocados «abaixo da Terra», isto é, no hemisfério noturno, os planetas que se erguem à noite e os colocados na segunda parte do hemisfério, os planetas colocados nas casa panapara (sucedentes) indicam a velhice ainda que também  incluam parte da juventude e meia idade devido à casa pivot (4ª). Para entender a importância das casas pivot, pode ler um artigo aqui.

Planetas Sob os Raios do Sol–  os planetas sob os raios do sol são fracos. O Sol controla a sua força e distribui os seus efeitos positivos para Vénus e Júpiter e os maléficos para Marte e Saturno, em especial quando estes estão em signos frutuosos.

Se também estiverem num ciclo sinódico (ciclo no qual dois planetas periodicamente formam conjunção um com o outro e formam uma dinâmica conjunta), ganham força pois partilham a luz recebida do Sol. Neste caso produzem efeitos mais tarde se estiverem colocados em signos frutuosos. Mercúrio é particularmente forte quando está sinódico, produzindo resultados muito efetivos.

Planetas acrónicos– planetas acrónicos são aqueles que estão colocados em oposição  ao  Sol. Estes planetas são mais fortes, especialmente à noite, devido a estarem, nessa situação, colocados acima da Terra (pois à noite o Sol está debaixo da Terra, simbolicamente falando.

Planetas no próprio secto–  os planetas dão bons resultados quando colocados no próprio secto e estão colocados em boas casas. Mesmo os planetas maléficos podem aqui dar bons resultados.

Efeitos dos Planetas Diurnos e Noturnos– Os planetas diurnos dão bons resultados em signos masculinos e quando estão numa posição oriental em relação ao Sol; os planetas noturnos dão bons resultados nos signos femininos e quando estão numa posição ocidental em relação à Lua.

Planetas benéficos colocados em casas maléficas– dão maus resultados, quando em secto contrário.

Planetas dão bom resultado em signos masculinos quando o nascimento é masculino; dão bons resultados em signos femininos quando o nascimento é feminino.

Planetas colocados em oposição ao signo que regem dão maus resultados, devendo ser considerados na avaliação das forças e fraquezas dos planetas no horóscopo.

Julgar a natividade– em primeiro lugar é preciso procurar o regente do ano, ver as configurações que forma, os aspetos que recebe de outros planetas, ver a sua posição- tanto a fixa, no mapa natal, como por trânsito. É preciso também colocar o marcador da hora para o ano no retorno solar, os aspetos que recebe e o seu regente, tanto por nascimento como por trânsito.

Planetas no domicílio– Os planetas no próprio signo dão bons resultados, mesmo se estiverem sob os raios do Sol. Os benéficos aumentam os efeitos positivos e os maléficos dão bons resultados.

Marcador da Hora– mostra a infância e a 12ª casa a partir dele mostra as coisas antes do nascimento. A 2ª casa  a  partir deste mostra os últimos eventos da infância. O meio do céu mostra a meia idade: a 9ª casa mostra  o início da meia idade; a 10ª o meio da meia idade , a 11ª casa mostra a última fase da meia idade.

O poente (cúspide da 7ª casa) mostra a última fase da vida: a 6ª mostra o início da velhice; a 7ª casa mostra o meio da velhice e a 8ª casa mostra os últimos tempos da velhice. A 4ª casa mostra a morte em si mesma e a 3ª mostra as coisas antes da morte; a 5ª casa mostra os assuntos após a morte.

Planeta dominante– Um planeta dominante no horóscopo não pode estar sob os raios do Sol, nem em aversão, nem retrógrado, nem aflito, nem em oposição, nem um planeta que esteja numa má fase.

Deste modo, ao determinar qual é o planeta dominante no horóscopo, estes fatores devem ser eliminados, escolhendo-se o planeta que não mostra estas fraquezas.

Finalizamos com este artigo as definições de Serapion, com a descrição de algumas forças e fraquezas dos planetas, descritas no texto Paranomasiai.

 

[1] O marcador da Hora é ao Ascendente , também designado, na astrologia helenística, por «horóskopos».

[2] Um planeta «levanta-se de manhã» quando está colocado à direita do Sol e acima do horizonte., sendo visível  no Este antes de o Sol se erguer (nascer).

[3] Um planeta levanta-se de noite quando está colocado à esquerda do sol e se mostram no oeste após o Sol se pôr. São a Lua, Vénus e Mercúrio. Aumentam a distância em relação ao sol a cada dia.

Relacionados

Leave a Comment