Planetas Significadores e Regência

pormenor da superfície de um planeta

Neste artigo vamos falar dos significados dos planetas e da regência destes na Astrologia Horária.

Como referimos em outros artigos, em primeiro lugar é preciso, na Astrologia Horária, determinar qual é a casa que rege «a matéria» da questão. Atribuída esta, o regente do signo que ocupa a cúspide dessa casa é o regente da questão.

Há casos em que a regência natural dos planetas deve ser usada para a análise. Por exemplo, quando um planeta rege duas casas contíguas como Capricórnio e Aquário, ambas com regência de Saturno e o assunto está relacionado com uma dessas casas.

Poderá ser útil, nesses casos, usar o planeta significador natural da matéria em questão, quando não há planetas colocados nas casas em análise que formem aspetos capazes de esclarecer a questão.

Outro aspeto merece ser desde já esclarecido: como as bases da Astrologia Horária foram estabelecidas séculos antes de os chamados planetas exteriores serem descobertos , a maioria dos astrólogos, mesmo na época atual, não os usa nas análises, aceitando a regência tradicional dos signos.

Há, no entanto, quem considere que Urano, Neptuno e Plutão são regentes secundários dos signos. Há ainda quem considere Urano como o regente primário de Aquário e aceite a regência tradicional de Escorpião e Peixes.

Há também os que usam em geral apenas a regência tradicional e somente usam os planetas exteriores quando os planetas tradicionais não formam aspetos que ajudam a responder à pergunta da consulta.

Significados Tradicionais dos Planetas

Estes significados foram explicitados, entre outros, por W. Lilly no século 17.

Sol: Dador da vida; homens na maturidade; realeza, aristocrata; autoridade, patrão, o pai, banqueiro; fidelidade ; ouro.

Quanto à natureza o Sol é quente e seco; masculino, diurno; quando dignificado é considerado benéfico e significa confiança, verdade, estilo direto, humano, caridoso. Se mal dignificado significa arrogância, vaidade, gosto pela ostentação, falta de verdade.

Lua: 1ª dama, rainha, mulher em posição de autoridade, mulheres em geral, mãe. Enfermeiras, caminhantes, fugitivos. Mudanças; emoções, mares e oceanos, vida doméstica, crianças. As «massas» ou o povo.

Quanto à natureza, a Lua é fria, húmida fleumática, feminina, noturna. Benéfica quando dignificada e indica delicadeza nos modos e no modo de falar, suave, generosa, suscetível assusta-se com facilidade, sensível e amante da liberdade. Mas, se está fraca ou mal dignificada, indica um vagabundo, bêbedo, alguém preguiçoso, sempre descontente e impossível de agradar.

Mercúrio– Representa  documentos e contratos, escrita, livros, papeis e pastas (para guardar documentos), transportes e veículos, intelectuais, professores. Aprendizagem, pessoas astutas/inteligentes, escritores, empregados (de escritório), viagens curtas, bagagem, escola. Pessoas brincalhonas (do tipo que gosta de pregar partidas) e espirituosas.

Quanto à natureza, é frio e seco, neutro em género, mas, quando em conjunção com outro planeta, assume o género deste. Não é nem benéfico nem maléfico mas torna-se uma coisa ou outra quando associado a outro planeta.

Quando está dignificado, Mercúrio representa o intelectual inteligente, a pessoa instruída, o orador eloquente e persuasivo. Representa uma pessoa espirituosa, inteligente, astuta, curiosa.

Quando não dignificado, Mercúrio indica um mentiroso, uma  pessoa sempre a arranjar problemas por falar demais, ou por escrever de forma insensata e polémica. Gosta de aldrabar e de lançar boatos.

Vénus– significa joias, dinheiro, coisas refinadas (e caras), presentes, mulheres jovens, belas artes, presentes, parceiros, prazeres, festas, eventos sociais, elegância, cooperação, mães. Conhecido como o «benéfico menor» (comparado com Júpiter que é o «benéfico maior»).

Quanto à sua natureza, é temperadamente frio e húmido (W. Lilly), feminino, noturno. Benéfico  quando dignificado, representa alguém agradável, refinado e tranquilo, dado a envolvimentos românticos, amante dos luxos e dos prazeres sensuais, alegre e de confiança. Quando mal colocado/não dignificado indica tendência para os excessos, preguiça, deboche no comportamento.

Marte– Significa combate, luta, coragem, fogo, discussões, armas de fogo e armas em geral, facas, homens no início da sua maturidade; agressão, ação impulsiva, ego, perigo. Conhecido como «maléfico menor» (por comparação com Saturno o «maléfico maior»), masculino, noturno.

Quanto à sua natureza, Marte é quente e seco, maléfico. Quando bem dignificado indica alguém forte, corajoso, vitorioso confiante e firme, capaz de «prudência no comportamento» segundo Lilly. Quando não dignificado/fraco Marte indica um fanfarrão, um bully, uma pessoa cruel, traiçoeiro e violento, em quem não se pode confiar.

Júpiter– Significa a expansão, educação superior, otimismo, homens maduros, advogados e juízes, oficiais de justiça, estrangeiros, padres, ministros, viagens de longa distância, abundância. Masculino e diurno.

Quanto à sua natureza, Júpiter é temperadamente quente e húmido, capaz de temperança, modéstia, justiça e sobriedade (W. Lilly), Benéfico.

Quando dignificado, representa alguém magnânimo, com fé esperando sempre o melhor de todas as coisas, amante da justiça em tudo o que faz e sempre com o objetivo de beneficiar todas as pessoas.

Capaz de grandes feitos, religioso e honrado, gentil na conversação com os outros, indulgente em relação ao cônjuge e filhos, respeitador dos mais velhos. Praticante de boas ações, com qualidades divinas, ajuda os mais pobres, detesta tudo o que é sórdido. É justo, agradecido, virtuoso e prudente.  É alguém que está sempre acima de tudo o que se diz dele (a).

Mas, quando Júpiter está mal dignificado/fraco indica um hipócrita, falsamente piedoso, ignorante, mísero, descuidado.

Saturno– Significa o tempo, a idade da velhice, as pessoas mais velhas, o pai, disciplina, restrição e constrangimento, atraso, penúria,  perda,  estrutura, debilidade, seriedade, sentido prático, severidade, frugalidade. Masculino, diurno. Conhecido como o «grande maléfico».

Quanto à sua natureza é frio, seco, maléfico. Quando está bem dignificado, Saturno indica uma pessoa dotada de boa imaginação (segundo W. Lilly), uma pessoa reservada e austera, paciente, sóbria no discurso, usando um tom grave na voz, frugal.

Quando está mal dignificado, Saturno indica alguém covarde, avarento, ciumento, indigno de confiança., dissimulado, lerdo, teimoso, suspeitando de tudo e todos, desprezando as mulheres, malicioso e grande mentiroso, nunca se envolvendo verdadeiramente, repelindo os outros e nunca encontrando contentamento.

Estes significados dos planetas devem ser conhecidos por todos os que desejam aprender a interpretar a carta horária.

Relacionados

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments