Astrologia Horária- Questões da 2ª Casa

Baú com tesouro

Neste artigo falamos das questões da astrologia horária relacionadas com a 2ª casa do horóscopo.

A 2ª casa está relacionada com as posses pessoais que podem ser movidas. As questões relacionadas com estas são vistas a partir desta casa.

Se a pergunta tem a ver com algo que se perdeu, deve notar-se o signo que está na cúspide da 2ª casa. Encontrar  o regente dessa cúspide e ver a casa em que está colocado. Essa casa dá indicações sobre onde poderá estar esse objeto ou bem.

A 2ª casa rege todo o dinheiro, riqueza, ganhos, lucros, rendimentos e perdas. Rege as contas bancárias e todas as coisas que pertencem ao querente.

Na astrologia mundial  esta casa indica a riqueza de uma nação , os seus recursos e armamento.

No corpo, a 2ª casa representa o pescoço e, na parte posterior, representa o pescoço até aos ombros.

Nas cores, a 2ª casa representa o verde.

Quando Júpiter está aqui colocado, significa aumento de dinheiro. Marte ou o Sol nesta casa indicam dispersão do dinheiro/riqueza.

Como referimos, a 2ª casa tem a ver com a riqueza. Nesta matéria, tanto na astrologia horária como natal, deve analisar-se Júpiter e Saturno e determinar a força de ambos. E também o regente da 2ª casa.

Os co- significadores da 2ª casa são o signo Touro e Júpiter.

O Sol e Marte nunca dão bons resultados nesta casa, indicando dispersão da riqueza por parte do nativo ou da pessoa que faz a questão.

Ganhos e Perdas Segundo os Planetas

Quando uma pergunta tem a ver com ganhos ou perdas de dinheiro, os planetas indicam a forma como isso- ganhar ou perder- se fará.  Por ex., Saturno indica ganhos ou perdas através da astúcia, cautela, capacidade de organização e perseverança acompanhados de trabalho árduo. Saturno pode negar o dinheiro ou levar à sua perda mas nunca através do desperdício do mesmo.

Júpiter indica ganho ou perda de dinheiro e recursos através de patrocínios, gestão do dinheiro dos outros, através de circunstâncias favoráveis (ou que parecem favoráveis).

Marte indica ganhos ou perdas de dinheiro através de objetos mecânicos (por ex., engenharia), iniciativa e agressividade (por ex., a capacidade de correr riscos). Tudo o que Marte permite ganhar ou perder é sempre acompanhado de luta. Marte tanto dá como tira riqueza mas não cria reservas da mesma.

O Sol dá ou tira riqueza a partir de influência política, pessoas que ocupam posições de poder e das circunstâncias em geral.

Vénus cria ganhos ou perdas de riqueza através de contactos  sociais, através de parcerias, de atividade artística e do que é belo.

Mercúrio dá ou tira riqueza através da escrita, viagens, atividade comercial.

A Lua mostra ganhos ou perdas a partir das pessoas simples (o povo), comércio, atividades e objetos ligados à vida doméstica.

Questões da 2ª Casa

Uma questão comum da 2ª casa é: «receberei o pagamento pela dívida que a pessoa x tem comigo?»

Para responder corretamente a esta pergunta, é preciso identificar a casa que representa a pessoa devedora. Quando esta não é um familiar nem amigo, a pessoa devedora é representada pela 7ª casa e o dinheiro é representado pela 8ª casa.

Se a pessoa devedora for um familiar ou amigo, a casa que representa esse familiar ou amigo deve ser escolhida para o representar.  Consulte os artigos em que descrevemos os significados das casas para determinar qual a casa que deve representar a pessoa devedora.

Nas perguntas em que o devedor é um familiar ou amigo, o dinheiro é representado pela casa seguinte à casa que o representa (2ª casa a contar da casa que o representa).

Quando o significador ou co- significador do querente (Lua) formam aspeto  ou o regente da 2ª casa ou planetas aí colocados formam aspeto ou conjunção  com o regente da 7ª ou da 8ª casa, (ou a casa que corresponde à 2ª casa a partir da que representa o devedor, nas perguntas em que o devedor é amigo ou um familiar) então a pessoa devedora saldará a sua dívida.

Mas tais aspetos deverão ser positivos. Se forem aspetos maléficos haverá um resultado insatisfatório em relação ao pagamento. Se os aspetos entre os significadores do querente, do devedor e do dinheiro forem todos favoráveis, a pessoa receberá todo o dinheiro devido.

Se não houver a formação de aspetos entre os significadores referidos, então isso indica que o devedor não fará nenhum esforço para pagar o que deve.

Outra pergunta da 2ª casa é «Serei rico (a)»?

A primeira análise para responder a esta questão é a da 2ª casa e do regente da cúspide da 2ª casa.  Há aspetos entre o regente da cúspide da 2ª casa e a 2ª casa? Há planetas colocados na 2ª casa? Que aspetos formam e recebem? São favoráveis ou negativos?

Se o regente da 2ª casa receber um aspeto favorável de Júpiter, isso indica o potencial para alcançar riqueza.

Quando o regente da 2ª casa recebe o aspeto de Saturno forte, isso indica que será capaz de guardar riqueza (que já existe).

Para alguém ser verdadeiramente rico, é preciso que estes dois planetas estejam fortes e tenham relação com o regente da 2ª casa pois não chega ser capaz de ganhar riqueza, é preciso guardá-la para a conservar.

Assim, se a carta horária mostra o aspeto favorável de Júpiter mas um aspeto negativo de Saturno, o nativo ganhará riqueza mas esta será perdida.

Quando sucede o inverso e há um aspeto positivo de Saturno mas um aspeto negativo de Júpiter, o nativo será capaz de guardar e conservar riqueza mas terá pouco potencial para a aumentar.

O Sol e a Lua fortes são outro fator importante pois indicam que o nativo terá o favor de pessoas importantes e bem colocadas  e também pessoas comuns que o ajudarão no seu objetivo .

O aspeto de outros planetas para o regente da 2ª casa indicam ganhos ou perdas de acordo com os significados dados atrás.

Outra pergunta comum da 2ª casa é: «a proposta que recebi vai permitir-me ganhar dinheiro?»

A carta horária deve ser levantada para o momento em que a pessoa teve noção clara da proposta em causa. Se o querente não consegue precisar o momento, então deve ser considerado o momento em que este sentiu necessidade de saber a resposta a esta questão.

Neste tipo de questão o querente  é representado pela 1ª casa e seu regente (e secundariamente pela Lua)  o seu dinheiro é representado pela 2ª casa e a proposta é representada por, respetivamente:

Se for um negócio- 10ª casa; se for uma publicação escrita- 9ª casa; se for um investimento especulativo ou de risco, envolvendo sorte- 5ª casa; se for uma proposta envolvendo imobiliário- 4ª casa.

Se houver aspetos favoráveis entre os significadores do  querente,  os significadores do seu dinheiro e os significadores  da proposta, então a pessoa fará dinheiro. Mas se tais aspetos forem negativos, não fará dinheiro a partir da proposta ou o dinheiro que fizer serão insuficientes para compensar o investimento.

Quando a carta mostra simultaneamente ganhos e perdas,  a quantidade do que se ganha e perde é mostrada pelos planetas que formam o aspeto.

Como referido em artigos anteriores, deve prestar-se atenção particular aos aspetos de aplicação , relativos ao futuro, e os aspetos de separação, relativos ao passado.

Relacionados

Leave a Comment