Efeitos Gerais do Trânsito de Júpiter 2020-21

estrutura em betão com abertura no topo para o céu

Neste artigo falamos dos efeitos gerais do trânsito de Júpiter no signo Capricórnio. Júpiter entra no signo de debilitação no dia 20 de novembro, havendo um período em que transitará no signo Aquário- entre 5 de abril e 14 de setembro de 2021- para voltar ao signo Capricórnio, em movimento retrógrado a partir de 14 de setembro, até finalizar o trânsito por este signo no dia 20 de novembro de 2021.

Este trânsito de Júpiter tem a particularidade de coincidir com uma conjunção entre Júpiter e Saturno, que será exata no dia 21 de dezembro de 2020, conjunção que se realiza a cada 19, 6 anos e é conhecida como «grande conjunção». Esta será também a conjunção mais próxima entre os dois planetas desde o século 17.

Esta conjunção tem sido referida desde tempos muito antigos e tem sido associada a acontecimentos importantes que marcam a história do mundo. Assim, terá de ser tida em conta a relação entre Júpiter e Saturno, conjuntos ao longo do trânsito de Júpiter.

No signo Capricórnio Júpiter fica debilitado, prisioneiro do materialismo cristalizado que contrai e reduz, contrariando o seu  impulso básico que é de expandir e crescer.

Neste signo Júpiter está limitado pelo pragmatismo de Capricórnio, que deseja conservar a expressão materializada sem ver a espiritualidade que toda a matéria esconde por detrás e que a transcende.

Ao «poder do espírito» representado por Júpiter, poder de esperança, otimismo e confiança , Saturno, o regente de Capricórnio, opõe a ambição e disciplina do poder material hierarquizado, fixado em papeis bem definidos, que devem ser fielmente repetidos conforme determinado.

Saturno representa o «senso comum», a «sabedoria automática» do hábito, da programação mental que, de tanto repetida, se torna inconsciente. A sabedoria de Júpiter vem da intuição viva do espírito, é inspiração, visualização da verdade sem aceder à mecânica lógica da razão.

Deste modo, quando está colocado no signo Capricórnio, Júpiter torna-se um pregador mecânico e sem o Fogo do espírito a habitá-lo, pelo que é um repetidor de rituais externos e sem vida autêntica, sem realidade espiritual.

Saturno e Júpiter representam processos opostos de compreender a realidade: Saturno apoia-se nos conceitos, nas classificações e estratificação da realidade, na construção de patamares e hierarquias e na regulação da informação, que fica confinada a definições, sistemas e às suas regras.

Já Júpiter representa a compreensão espontânea através da intuição, sem aceitar quaisquer prisões mentais nem conceitos pré-definidos. Saturno estabelece uma divisão dualista em termos de «certo e errado», bom e mau, etc., e Júpiter abre o horizonte para aceitar múltiplas perspetivas de compreensão que não se fecham num circuito fechado de apenas duas alternativas mas se abrem para acolher a diferença.

Júpiter representa a capacidade de encontrar «pontes» de ligação entre as múltiplas abordagens e compreensões, ligando-as numa unidade feita de diferenças, rica e multifacetada.

Mas, ao ficar colocado em Capricórnio, fica impedido de manifestar a sua verdadeira natureza, que não se deixa espartilhar na postura de dualismo de Saturno. Saturno alimenta-se dos medos para criar hábitos e rotinas que se repetem até ficarem programadas na mente , desenrolando-se como «aplicações automáticas» no dia a dia.

No signo Capricórnio temos as regras, a resistência à mudança e a vida contraída na sua repetição sempre igual. Saturno deseja estabilidade e, por isso, sufoca todo o espírito de inovação, porque comporta riscos, o risco do desconhecido.

Através da restrição e da contração, Saturno usa a lei, morta e imutável, para manter a sociedade e a vida sempre igual. O sentido de segurança que transmite é alimentado pelo medo: de mudar, de correr perigo, de se perder «no mal». Controla e afasta-se da mudança, que vê como uma ameaça ao estado de coisas construído.

Este peso de Saturno faz com que Júpiter, ao ser colocado no seu signo, perca a sua capacidade para inspirar e para acreditar, fazendo nascer o cinismo inflacionado que se torna incapaz de sentir «fé», incapaz de gerar o apelo para sentir esperança e confiança.

A mensagem de Júpiter, quando está colocado no signo Capricórnio, não é capaz de gerar adesão e credibilidade, soando a falso para os outros.

Júpiter em Capricórnio passa uma mensagem de falta de verdade, de impostor, de alguém que tem uma agenda secreta, falando de fé e de esperança mas tentando verdadeiramente alcançar o máximo de vantagens sociais  e materiais para si próprio, em suma , um hipócrita.

Assim, quando está no signo Capricórnio e transita pela posição de nascimento,  faz com que o nativo seja visto como alguém sem sentido da realidade, exageradamente confiante, presunçoso(a), etc.

Os papeis religiosos ou espirituais do nativo podem ser vistos como «esquemas» para conseguir vantagens para si próprio e como não tendo qualquer sinceridade.

Os que têm Júpiter em Capricórnio podem ser acusados de falsidade na expressão da espiritualidade, do envolvimento em causas humanitárias, etc.

Quando a colocação de Júpiter em Capricórnio é cancelada (neecha banga) e esta colocação calha numa casa kendra , durante este trânsito o nativo pode alcançar poder elevado e uma posição de destaque em termos sociais e pode fazer bastante pelo «bem comum»., mantendo a respeitabilidade das tradições aceites.

Para os nativos em geral, o trânsito de Júpiter no signo Capricórnio pode trazer uma ênfase na compreensão pragmática da realidade, mais conservadora e regulada. Ao invés de impelir para a mudança, ajuda a consolidar o que já existe e está bem organizado.

Conforme a casa do horóscopo em que o signo Capricórnio está colocado, a área de vida representada por essa casa dificilmente sofrerá mudança, tendendo a manter-se, para o bem e para o mal.  Pode também criar responsabilidades acrescidas, tanto mais que Júpiter estará em conjunção com Saturno, que também transita por este signo até 2023.

Sendo o dispositor do signo e estando dignificado, Saturno sobrepõe a sua energia à energia de Júpiter, durante o tempo deste trânsito, levando a descredibilizar as ideias  abstratas e a privilegiar o pensamento pragmático associado ao conceito empírico de realidade.

Também impele para valorizar o trabalho árduo e a assunção de responsabilidades no plano material e social. A casa por onde transita terá uma sobrecarga de esforço durante este trânsito, responsabilidades mais pesadas, deveres, etc.

Pode haver igualmente o desejo de intervir na sociedade através do assumir de funções políticas, de gestão, etc., que possam ter influência na regulação de alguma instituição ou organização, em especial associada ao ensino, gestão administrativa, legal, etc.

Também poderemos assistir a uma organização mais conservadora e hierarquizada das funções sociais e profissionais e também um maior conservadorismo nos valores coletivos e na atuação do poder, incluindo o político pois Júpiter em Capricórnio fecha-se para as novas ideias, para o diálogo que procura harmonizar pontos de vista e prefere «dividir as águas».

Assim, este pode ser um período em que as pessoas coletivamente estão pouco abertas à democracia e apreciam mais o conceito da «autoridade» com líderes que se assumem como os guias do coletivo.

As representações dos grupos «de elite» podem agora tentar impor-se com mais sucesso, porque o pensamento individual livre pode ser mais difícil, pelo menos em algumas sociedades, em que alguns tentarão impor uma certa visão da realidade a todos os outros, como sendo «a única verdadeira» ou a única legal.

Mais burocracia pode espartilhar os serviços prestados aos cidadãos e, em certas sociedades, pode haver pelo menos a tentação de impedir a livre opinião, a supressão dos direitos e liberdades dos cidadãos.

Quando o trânsito se dá numa das casas consideradas maléficas- 6ª, 8ª, 12ª-. O trânsito pode ser particularmente desafiador.

Júpiter no signo Capricórnio inclina para uma visão materialista da vida e pode levar a usar crenças, inclusive religiosas, de forma distorcida para defender os interesses próprios.  A natureza de Júpiter fica aqui deformada e conduz a manifestações hipócritas nas áreas significadas pela casa onde se dá o trânsito.

Assim, é comum a pessoa defender em público o contrário daquilo em que verdadeiramente acredita, de forma a manipular os outros. Júpiter em Capricórnio está submetido ao desejo de conquistar o máximo de privilégios sociais.

Conforme a casa em que está colocado, o esforço de Júpiter aqui é agora o de conquistar poder, influência e controlo, de modo a alcançar os objetivos que são geralmente  próprios de Capricórnio: ascender ao máximo na hierarquia social e usufruir dos privilégios associados a essa posição.

Identifica-se- basicamente, com os contextos, objetos e funções que lhe garantem mais status social e bens materiais. Outro efeito é a identificação com o pessimismo natural de Capricórnio que não é capaz de ter «fé» e que, na verdade, não acredita realmente em nada.

Haverá uma ênfase nas regras e alguma rigidez na sua aplicação, podendo mesmo chegar-se a atitudes fundamentalistas. Isto acontece porque Júpiter amplifica as características de Saturno no signo Capricórnio pelo que o resultado pode ser grande capacidade de disciplina e de restrição, estrutura e organização mas de forma exagerada, pois  agora Júpiter gera uma perceção distorcida da sua natureza , quando colocado em Capricórnio.

Ao longo deste trânsito, Júpiter transitará pelo Nakshatra Uttara Ashada até 6 de janeiro 2021.  O trânsito por este Nakshatra  será positivo para atividades que beneficiam o bem comum, para lutar pelos próprios objetivos, para se concentrar em aprender e investigar. Também permite alguma leveza de espírito e alegria.

Entre 6 de janeiro e 4 de março 2021 Júpiter transita pelo Naskhatra de Shravana. O 2ª pada é um pushkara navamsa e Júpiter transita por ele entre os dias 21 de janeiro e 2 de fevereiro , favorecendo os projetos e iniciativas que fizer na atividade profissional, podendo trazer potenciais ganhos substanciais.

O trânsito por este Nakshatra favorece o serviço, o sucesso no plano material mas também tendo em conta o bem comum.

No período entre 5 de abril e 14 de setembro Júpiter transitará pelos Nakshatras de Dhanistha e Satabisha, este último entre o dia 21 de maio e 20 de julho, transitando no signo Aquário neste período.

As atividades de grupo , trabalho social, filantropia são favorecidos, embora o trânsito pelo 1º pada de Satabisha possa indicar menos vontade de interagir com os outros.  Atividades associadas com a arte também são favoráveis e podem ajudar a temperar alguma tendência para a irritabilidade.

A partir do dia 20 de julho e até final do trânsito em novembro de 2021, Júpiter transitará pelo Nakshatra de Dhanistha que tem regência de Marte.

Deverá ter algum cuidado com a alimentação, o Nakshatra é conhecido pelos excessos alimentares que acabam por produzir problemas de estômago. Os que têm atividade na área da música podem alcançar sucesso significativo.

Há igualmente tendência para pouca sensibilidade na interação com os outros, arrogância e rudeza. Mas, ao mesmo tempo, pode também saber unir os outros em torno de objetivos comuns. O desenvolvimento pessoal de cada um ditará se isso é feito por motivos individualistas disfarçados de humanitarismo ou de real interesse por prestar serviço.

Relacionados

3 Thoughts to “Efeitos Gerais do Trânsito de Júpiter 2020-21”

  1. Júlio César Fróes Marcelino

    Quando o trânsito de Júpiter em Capricórnio se dá em casas dusthanas como interpretamos seus efeitos? Só encontrei no texto que seria desafiador mas não entendi ao certo.

    1. Júpiter, como planeta benéfico, tem dificuldade em manifestar os seus significados principais nessas casas. De qualquer modo, iremos publicar os efeitos do trânsito de Júpiter para cada um dos signos Ascendentes, sendo que, para alguns, o trânsito se dará nessas casas. Começaremos na próxima semana essa publicação com o Ascendente Carneiro e seguiremos a ordem do Zodíaco, assim só tem de aguardar. De qualquer modo, deixamos-lhe um artigo para ler sobre as casas dusthana , do nosso outro site, no qual também encontrar os significados da colocação de Júpiter em cada um das casas do horóscopo no menu principal desse site.
      https://aprendizdeastrologia.com/2015/06/divisoes-do-horoscopo-6-casas-trik-ou-dusthana/

      1. JULIO CESAR

        Muito obrigado

Leave a Comment