Tetrabiblos- Planetas e Qualidades da Mente

criança prodígio em termos intelectuais

Continuamos a explorar a obra Tetrabiblos de Ptolomeu, uma obra clássica da astrologia ocidental. Neste artigo mostramos como analisar as qualidades da mente ou alma, como diziam os antigos, na sua parte racional, sensorial e irracional.

O planeta Mercúrio é o significador principal da mente racional.  Já para a análise da «alma ou mente  sensorial e irracional», a Lua é o indicador, bem como os planetas que estão em aspeto com ela, tanto em aspetos de aplicação como de separação.

Os signos em que se encontram Mercúrio e a Lua ou os planetas que estão em aspeto com eles contribuem decisivamente para as qualidades da alma.

Do mesmo modo, também contribuem os aspetos para o Sol ou os 4 ângulos da carta, que estão relacionados com as qualidades analisadas, a razão e a dimensão sensorial /irracional.

Ptolomeu refere que, da natureza de cada planeta, é a qualidade do planeta relacionada com a alma que deve ser tida em conta. (os planetas têm muitos significados que não se relacionam com este aspeto específico, por ex., Mercúrio pode significar a atividade comercial, etc).

E esclarece que, no que se refere aos signos, os solsticiais[1] conferem qualidades de sociabilidade, dando competência para lidar com pessoas, gostam do bulício, da atividade política, procurando a glória.

Os nativos são nobres de caráter, mutáveis, inquisitivos e inventivos, bons a refletir e conjeturar, gostam dos assuntos religiosos e espirituais, podem ser bons astrólogos.

Os signos bicoróreos tornam a mente complexa, difícil de compreender, mutável e instável. São inclinados para os relacionamentos amorosos, são versáteis, mudam de opinião facilmente, são amantes de música, adquirem facilmente coisas. Indicam preguiça.

Os signos fixos tornam a mente justa e não vulnerável à lisonja persistente e firme, inteligente, industriosa, autocontrolada, guardando rancor, ambiciosa, inflexível, dura, contenciosa.

A posição dos planetas no quadrante oriental e na própria «face» (uma das dignidades essenciais) dá uma mente aberta, simples, liberal, com força de vontade, forte e nobre. Aguçada, aberta.

Os planetas que ficam estacionários pela primeira vez e os que estão culminantes (perto do meio do céu) dão uma mente boa para o cálculo, paciente, firme com boa memória, inteligente e magnânima, inflexível, robusta, consegue alcançar o que deseja, rude, não facilmente enganada, crítica, prática. Também é Inclinada para castigar embora dotada da capacidade de compreensão.

Os planetas que estão colocados ocidentalmente ou a pôr-se ou estão retrógrados, tornam a mente instável e fraca, mudando facilmente, pouco motivada para o trabalho O nativo é covarde, humilde, emocional, pouco inteligente, «bully», enganador, é lento  e difícil de se entusiasmar

Planetas que estão a pôr-se  (7ª casa) ou estão estacionários pela segunda vez no dia ou estão colocados no fundo do céu (junto á 4ª casa) e, em especial para Mercúrio e vénus quando se «põem» à tarde  ou se põem de manhã, produzem mentes nobres e sábias mas com fraca memória.

Têm pouca resistência à dor e não gostam de trabalhar mas gostam de investigar coisas escondidas e procurar o desconhecido como os mágicos e os adeptos dos mistérios,  os astrólogos, filósofos e interpretadores dos sonhos, etc.

Adicionalmente, quando os planetas que significam a mente estão nos próprios signos ou secto tornam a mente aberta, espontânea e eficaz, em especial quando o planeta tem simultaneamente a regência do secto e do signo onde está colocado.

Explicando isto mais claramente, Ptolomeu afirma que as condições expressas no parágrafo anterior se concretizam quando o planeta que rege a mente está associado a Mercúrio e forma um aspeto de aplicação ou separação para a Lua.

Quando os planetas que significam a mente estão colocados de forma não dignificada nos signos e sem aspeto para Mercúrio ou a Lua, então as qualidades que representam não se farão notar na mente no nativo.

Por outro lado, estas qualidades dos planetas que dominam os significadores da mente quando são fortes revelam-se negativos para as características do indivíduo. Deste modo, os seres humanos que recebem a influência dos planetas maléficos  tornam-se  injustos e cruéis  mais facilmente.

Mas, se esses planetas forem superados em poder por planetas do secto oposto, o indivíduo torna-se letárgico , ineficaz e é facilmente castigado.

Quando há planetas benéficos em aspeto com Mercúrio ou a Lua como descrito atrás, o nativo é bom e justo e, se os planetas benéficos referidos  não forem superados por planetas mais fortes do que eles, o indivíduo é feliz e torna-se conhecido pela sua bondade, não sendo prejudicados por ninguém, beneficiando das suas qualidades positivas.

Mas se esses planetas benéficos forem superados por outros planetas maléficos mais fortes, a compaixão, bondade e gentiliza do indivíduo são a causa de serem mal vistos pelos outros e  serão enganados por estes.

 

[1] Os signos solsticiais são os que marcam as estações do Verão (Caranguejo) e Inverno (Capricórnio).

Relacionados

Leave a Comment