Potencial de Riqueza e Honras Materiais

mulher viajando em jato privado

Neste artigo descrevemos os procedimentos ensinados por Ptolomeu na obra Tetrabiblos para determinar  o potencial de riqueza e honras  materiais ou reputação durante a vida.

Segundo Ptolomeu, há que ter em atenção a Parte da fortuna.  Já explicámos em outro artigo como calcular a sua posição e não vamos repetir isso neste artigo, remetendo assim para essa página.

A parte da fortuna é obtida através da relação entre o Sol e a Lua. E, deste modo, para avaliar a capacidade de aquisição de riqueza, há que analisar a força e a dignidade do Sol e da Lua.

Em seguida é preciso ver qual o signo onde calha a parte da fortuna e qual a posição por casa do seu regente, a sua força e dignidade.

Analisam-se em seguida os aspetos e associações formados por este planeta, quais os que são mais fortes no seu secto e os  que são mais fortes no secto oposto .

A partir dessa análise, que deve seguir os critérios ensinados no início da obra relacionados com a análise do horóscopo e com as dignidades essenciais e acidentais, determina-se o potencial da parte da Fortuna para o nativo.

Quando os planetas que governam a parte da fortuna são poderosos, o nativo adquirirá riqueza, especialmente se receberem o aspeto do Sol e/ou da Lua.

Essa riqueza depende dos planetas envolvidos: Saturno traz riqueza através da construção , da agricultura ou da indústria naval. Júpiter traz riqueza através de relações fiduciárias, tutelas, sacerdócios. Marte traz riqueza através de operações militares e de comando.

Vénus traz riqueza através de presentes  ou de mulheres. Mercúrio traz riqueza através do uso da eloquência, atividade intelectual e do comércio.

A associação entre Saturno Júpiter, quando Saturno está associado aos ganhos materiais no horóscopo e tem aspeto com Júpiter,  traz riqueza por heranças, particularmente quando Júpiter está colocado num signo bicorpóreo e os planetas estão colocados em casa angular na parte visível do horóscopo.

Também pode acontecer, em alternativa, quando Júpiter, estando em aspeto com Saturno, está a formar um aspeto de aplicação para a Lua. Ptolomeu acrescenta que o nativo, neste caso, é adotado e herda as posses de outros.

E se os planetas do mesmo secto que o planeta que rege a aquisição de riqueza, estiverem em aspeto com este, o nativo reterá  as suas posses sem sofrer perdas.

Mas se os planetas do secto oposto forem mais fortes do que os que regem a riqueza ou se se erguerem depois destes (estando por isso atrás deles no horóscopo), trarão perdas de posses.

A altura no tempo em que isso acontecerá determina-se pela distância entre os planetas que trazem perda aos ângulos da carta e às casas sucedentes.

Sobre a Fortuna,  Dignidade e Felicidade

As questões sobre a dignidade que o nativo conquistará e a sua felicidade potencial determinam-se pela posição do Sol e da Lua e das associações que formam com outros planetas.

Quando o Sol e a Lua estão ambos colocados em signos masculinos e ambos ou um deles estão colocados em casa angular; e especialmente se a luminária que governa o secto do nascimento (o sol governa o secto diurno e a Lua o noturno) receber o aspeto dos outros 5 planetas, matutinos para o Sol e vespertinos para a Lua, a criança nascida será um rei ou equiparada a um rei.

E, se os planetas que estão em aspeto com a Lua ou o Sol também estiverem colocados em casa angular ou estiverem em aspeto com a 10ª casa, as crianças serão ainda mais afortunadas, continuando poderosas ao longo da vida.

Podem ser líderes mundiais se os planetas que formam aspeto com a Lua ou Sol formarem um aspeto dexter com a 10ª casa.

Mas se, nesta configuração, o Sol sozinho estiver colocado num signo masculino  e a Lua num signo feminino e se apenas um deles estiver numa casa angular, o nativo poderá subir até à posição de um general ou equivalente na sociedade civil. Mas terão poder de vida ou de morte.( Isto hoje não é assim, nas nações democráticas que não têm pena de morte).

Se as configurações descritas atrás se derem, mas os planetas em aspeto com o Sol ou a Lua não estiverem colocados em casas angulares nem formarem aspeto com uma casa angular, o nativo terá bastante sucesso e receberá algumas honras como usar insígnias. Podem ter uma função de superintendente ou comando militar de caráter intermédio.

Quando nem o Sol nem a Lua estão colocados em casa angular e a maioria dos planetas estão colocados em casa angular ou formam aspetos com casa angulares, o nativo não alcança uma dignidade notável ou pública, mas alcançará liderança em cargos civis e avanço na carreira.

Mas, quando os planetas em aspeto com o Sol ou a Lua não estão colocados em casa angular nem lançam aspeto para qualquer casa angular, e se nem a Lua nem o sol estiverem colocados em casa angular, ou se nenhum deles estiver num signo masculino, nem receberem o aspeto de planetas benéficos, o nativo terá uma vida obscura e humilde.

Ptolomeu refere em seguida que há muitos graus intermédios entre os referidos, mas que o processo de avaliação deverá ser semelhante aos referidos atrás.

E salienta que os aspetos fundamentais a ter em conta são: as qualidades do sol e da Lua, os aspetos que estes recebem e a força dos planetas que são dispositores dos planetas em aspeto com o Sol e a Lua.

E especifica: se os planetas em aspeto com o Sol e a Lua pertencerem ao mesmo secto da luminária, ou ao secto dos planetas benéficos, há a esperar maior dignidade . Mas, se os planetas em aspeto com o sol ou a Lua pertencerem ao secto oposto ou ao secto dos  planetas maléficos, o nativo será mais dependente e  terá menor segurança.

O tipo de honras futuras a que a pessoa pode aspirar depende das qualidades dos planetas em aspeto com o Sol ou a Lua.

Assim, Saturno traz honras através da riqueza e da acumulação de riqueza. Júpiter ou Vénus trazem honras através de presentes, favores, honras atribuídas e magnanimidade.

Marte traz honras através de feitos militares, liderança e medo dos subordinados. Mercúrio traz honra através do uso da inteligência, educação e do cuidado na gestão dos assuntos.

Relacionados

Leave a Comment