Indicadores de Doença e Recuperação

Profissional de saúde a confortar paciente internado.

Neste artigo damos a conhecer os ensinamentos sobre a interpretação das questões da 6ª casa do horóscopo, segundo W. Lilly. Note-se que muitas das observações a seguir referidas, também são válidas para a análise da doença no horóscopo de nascimento e não apenas para a astrologia horária. Falaremos especificamente dos indicadores de doença e recuperação.

Indicadores de Doença e Recuperação

O autor chama a atenção para o facto de o astrólogo dever ter em atenção qual a estação do ano em que se está, para responder.

E, no seu tempo, como no atual, a doença pode durar mais tempo no tempo de inverno do que no Verão, devido às condições climáticas que são mais agrestes no Inverno, para um número de doenças sazonais.

Mas, basicamente, há também que considerar que cada planeta tende a causar doença mais prolongada ou mais curta. Assim, a doença relacionada com Saturno é mais longa e é regulada pelo movimento do Sol.

Depois, o autor tem em conta o temperamento: as doenças que têm uma natureza mais seca e quente e são influenciadas pelo Sol e Marte são de curta duração e são influenciadas pelo movimento da Lua.

Saturno causa doenças crónicas de longa duração, e quedas, golpes e hematomas. O Sol e Júpiter causam doenças mais curtas. Marte causa doença rápida, de curta duração, violenta como cortes, sangramento, etc.

Vénus causa doença nem muito longa nem muito rápida, causada principalmente devido a desequilíbrios no corpo. Mercúrio causa várias doenças, de natureza mutável como a epilepsia e outras.

A Lua causa doenças que têm crises periódicas como a epilepsia, tonturas, vertigens, gota, doenças periódicas das mulheres, etc.

Indicadores de doença curta

Quando, na carta horária, a cúspide da 6ª casa, a Lua e os regentes da 1ª e da 6ª casas ,estão colocados em signos cardinais, ou quando o regente do Ascendente muda o seu movimento ou está a abandonar a casa de colocação para entrar em outra casa, desde que esta não seja a 6ª nem a 12ª, ou se houver um planeta benéfico na 6ª casa (Vénus ou Júpiter) pode-se  dizer que a doença acabará rapidamente.

Indicadores de Doença Longa

Quando o regente da 6ª casa é um planeta maléfico ou está aflito por um planeta maléfico e há signos fixos na cúspide da 6ª casa ou na cúspide desta, ou quando os significadores, especialmente a Lua, estão em signos fixos, isto indica doença longa.

E, se Saturno  tiver a regência da 6ª casa e está colocado num signo fixo, ou está retrógrado e em movimento lento, isso indica uma doença muito prolongada. Mas, quando Saturno está num signo cardinal ou está colocado nos seus termos, ou está em movimento rápido, a doença será menos longa.

Aspetos Gerais de interpretação dos Indicadores

A doença continua, mas durante pouco tempo, se o signo Peixes estiver na cúspide da 6ª casa.

Se a Lua formar um aspeto maléfico de aplicação (quadratura ou oposição) com o regente do Ascendente, a doença aumentará.

Se a Lua estiver colocada na 6ª casa em aspeto negativo com Vénus,  a doença é causada por excessos alimentares ou dieta desequilibrada. E, se Vénus estiver no signo Escorpião, a doença pode ter natureza venérea, em especial de for um homem.

Caso seja mulher, a doença pode ser candidíase ou outras doenças relacionadas com o aparelho feminino.

Quando se levanta a carta horária para averiguar a duração da doença e o signo que ocupa a cúspide da 6ª casa está nos últimos graus, a doença terminará rapidamente. Mas, se o regente da 6ª casa está a formar um aspeto maléfico (quadratura ou oposição)  de aplicação com o regente do Ascendente, a doença terá um crescendo.

O mesmo juízo de doença que aumentará pode ser feito quando o regente da 6ª casa está colocado na 8ª e 12ª casa. Se o regente da 6ª casa estiver colocado no Ascendente e o regente do Ascendente estiver colocado na 6ª casa, a doença terá continuação e terminará quando um dos significadores abandonar o signo em que se encontra.

E, se quando esse planeta, ao abandonar o signo e que se encontra, receber o aspeto dos planetas maléficos  ou dos regentes da 4ª ou 8ª casa, e estes estão em movimento lento e em aspeto maléfico um com o outro (os planetas maléficos- Marte e Saturno; ou os regentes da 4ª e da 8ª) então isso é um sinal de que a pessoa doente pode mesmo partir desta vida.

Note-se que aqui é preciso haver duas condições: o planeta significador ao abandonar o signo em que está colocado fica em aspeto com um dos planetas considerados; e estes estão em aspeto um com o outro, ou seja, um deles pelo menos está em aspeto com o planeta que abandona o signo e em aspeto com o outro com o qual forma o par referido no parágrafo anterior.

Quando o regente da 6ª casa recebe o aspeto maléfico de quadratura ou oposição do regente do Ascendente, a doença é grave e difícil de curar.

Quando o regente da 6ª casa está colocado no Ascendente a doença continuará, mas o sofrimento não será muito. Se o regente da 6ª casa estiver colocado numa casa cadente, a doença será de pouca importância ou terá curta duração.

Planetas benéficos colocados na 6ª casa indicam boas possibilidades de recuperação. Se houver planetas maléficos colocados na 6ª casa, os efeitos serão opostos a esses.

Quando o regente da 6ª casa está colocado na 6ª, 8ª ou 12ª casas e está aflito, ou um planeta maléfico está colocado na 6ª casa, isso indica uma doença que não se curará facilmente.

Mas o regente do Ascendente e a Lua livres de maus aspetos e ambos estão fortes e não estão colocados na 6ª, 8ª ou 12ª casas, é um bom indicador de recuperação e de saúde.

Quando o regente da 1ª casa está colocado na 4ª ou na 8ª casa, mas não está aflito, não indica morte. Mas, se for um planeta maléfico, mostra dificuldade em alcançar a cura.

Se o planeta regente da 1ª casa for um maléfico, mas estiver retrógrado ou combusto, ou de outro modo fraco, há possibilidade de se curar mas, mais tarde, haverá uma recaída. E, se estiver em aspeto maléfico com a Lua, há perigo.

Mas, se Saturno for o planeta regente do Ascendente e estiver em movimento lento ou retrógrado, há a forte possibilidade de uma doença prolongada e fastidiosa. Se Saturno estiver forte e dignificado, sucede o inverso.

Quando o regente do Ascendente está colocado numa casa angular e forte, sem receber aflições, a pessoa não corre perigo. Se a Lua estiver em movimento lento e em aspeto com Saturno, isso prolonga a doença, mas há possibilidade de cura.

Se a Lua estiver em movimento rápido quando forma aspeto com o regente do Ascendente, a cura será efetuada rapidamente.

Quando a Lua está em fase minguante e forma quadratura, conjunção ou oposição com Saturno, a menos que a doença esteja já a passar, pode ser muito perigoso para a vida do indivíduo.

A Lua em conjunção com um planeta oriental[1]  em movimento rápido e direto, indica uma doença breve. Se estiver em conjunção com um planeta ocidental[2] e retrógrado, indica o inverso.

Quando o signo Escorpião está no Ascendente da carta horária, o nativo é o responsável pela própria doença, seja devido a insensatez,  emoções como raiva, ou semelhante.

Se o Sol e a Lua estiverem ambos em casas cadentes e os planetas dispositores forem maléficos, a doença será severa. Mas, se os planetas benéficos estiverem em aspeto, a pessoa recupera além de todas as expetativas. Quanto mais fortes forem os planetas benéficos, mais isto será verdade.

Se Marte é o regente do Ascendente e está colocado na 6ª casa, mas num bom aspeto com Vénus (trino ou sextil) nada há a temer. Mas, mesmo que esteja em quadratura ou oposição com Vénus, não há grande perigo.

O regente da 6ª casa combusto, retrógrado, em queda ou detrimento colocado na 8ª casa em conjunção, quadratura ou oposição com Marte ou Saturno indica a forte probabilidade de a doença não abandonar o doente até este morrer.

 Isto será ainda mais certo se a Lua formar um aspeto maléfico de aplicação com o regente da 8ª casa.

Quando a Lua ou o regente do Ascendente estão em quadratura, oposição ou conjunção com um planeta benéfico, mas retrógrado, o paciente recuperará mas não rapidamente, pois sairá de uma doença para apanhar outra.

Quando a Lua abandona um aspeto de oposição com o sol e está em movimento rápido a formar um aspeto de quadratura ou oposição com Marte, pode indicar um desfecho fatal para a doença. Mas, se receber um aspeto de sextil ou trino de Júpiter ou Vénus, o doente recuperará.

Se a Lua está no Ascendente e forma uma quadratura, oposição ou conjunção com Marte ou Saturno ou o nodo sul da Lua, isso é um indicador forte de perigo e doença severa, a menos que esteja em aspeto de receção mútua com o planeta que a aflige.


[1]  Um planeta oriental ergue-se no horizonte (Ascendente) antes do Sol. É também por isso designado de «matutino».

[2] Um planeta ocidental ergue-se no horizonte depois do Sol, sendo também designado de «vespertino».

Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
aufwiederschreiben
29 dias atrás

Olá amigo, poderia fazer a personalidade para ascendente Virgem, lua Sagitário e sol Aquário? Muito obrigada!