Quantos Casamentos Haverá

Noiva deslumbrante a sair do carro com o ramo de flores na mão

Neste artigo analisamos no horóscopo, a partir do ensinamento de W. Lilly, quantos casamentos a pessoa terá. Primeiro referimos os métodos tradicionais, citados por Lilly e, no final, o seu próprio método, que o autor comprovou pela sua experiência.

A carta de partida, para a análise, é a do homem ou aquela em que o parceiro é mulher. Para o sexo oposto substitui-se a Lua e Vénus por Sol e Marte.

Quantos Casamentos Haverá- Método Tradicional

Para saber quantas vezes a pessoa casará, vemos o elemento  dos signos nos quais estão colocados os significadores do casamento (ver artigo anterior). Se todos ou a maioria estiver colocada em signos de Água, que são considerados férteis, pode considerar-se a probabilidade de haver mais do que um casamento.

Mas, se estiverem em signos considerados estéreis, como Gémeos, Leão ou Virgem, ou não há casamento ou haverá apenas um. Para o casamento com parceiros do sexo feminino, a Lua e Vénus são os indicadores mais importantes a considerar na questão.

Mas, para os parceiros masculinos, o Sol e Marte são os indicadores principais.

Quando a Lua está colocada na 7ª casa, o nativo terá mais do que um casamento ou, em alternativa, terá um casamento e várias amantes. Lilly acrescenta que nunca encontrou nenhum caso em que a posição da Lua na 7ª casa não indicasse várias mulheres, embora possivelmente não mais do que um casamento.

Para que a Lua indique mais do que um casamento, tem de estar muito forte e sem receber aflições, em especial de Saturno e do sol.

Quando a Lua está conjunta com apenas um planeta, tanto no grau exato como dentro da orbe admitida,  isso é geralmente indicador de apenas uma esposa.

Quando não há nenhuma conjunção entre a Lua e outro planeta, observa-se quais os planetas que, estando livres de combustão e em movimento direto, e não estão colocados nem no signo de detrimento nem no signo da queda[1], têm um aspeto com a Lua.

Este aspeto deve ser de aplicação da Lua a esse ou esses planetas e não dos planetas para a Lua e avalia-se de acordo com a regra descrita atrás para a conjunção (estes planetas devem formar aspeto exato ou, em alternativa, dentro da orbe).

As características dos signos ajudam a determinar o número de casamento: signos férteis dobram a quantidade. E Lilly cita a regra definida por Ptolomeu: se a Lua está colocada num signo que tem apenas uma forma e se aplica a um planeta, haverá uma esposa;

Se a Lua estiver num signo bicorpóreo e se aplica a vários planetas, haverá várias esposas ou casamentos.

(Quando nenhum destes aspetos existe no horóscopo, pode considerar-se o número de planetas livres de combustão, em movimento direto ou os raios do Sol que se formam entre o meio do céu (cúspide da 10ª casa) e o planeta vénus, progredindo do meio do céu até ao Ascendente, e esse número será o de esposas.

Esta passagem algo obscura refere-se a um método de direção ou progressão que exploramos em outro artigo. Se os planetas colocados entre o meio do céu e Vénus estiverem dignificados no próprio signo, signo de exaltação ou receção mútua, mesmo estando retrógrados, indicam, pelo seu número, as esposas que o nativo terá.  )

Quando todos os métodos anteriores falham, contar os planetas que estão em aspeto com o regente da 7ª casa, num aspeto que esteja dentro da orbe aceite e mesmo que estejam retrógrados ou combustos. O seu número indica o número de esposas.

Método de W. Lilly

Após dar os métodos tradicionais, Lilly refere aquele que, na sua experiência, é o melhor: ver quantos planetas estão colocados no signo em que se encontra a Lua. Se esta estiver a formar um aspeto de aplicação (e não de separação) com esses planetas ou apenas com um, isso indica o número de casamentos.

Se não houver nenhum planeta colocado com a Lua no mesmo signo, observar se há algum planeta que tem dignidades (próprio signo, exaltação, triplicidade, termo) no signo em que se encontra a Lua. Pode consultar uma tabela que mostra isso aqui.

Os planetas que, estando nas condições descritas, estão em aspeto dentro da orbe admitida, com a Lua, indicam o número de esposas.

Também podemos ainda usar outra regra: quando a Lua está a aplicar-se a um planeta em signos mutáveis, indica 2 esposas; se a Lua está colocada num signo fértil e se aplica a um planeta colocado num signo fértil e bicorpóreo, isso indica 3 esposas.

Isto será confirmado se o signo que ocupa a cúspide da 7ª casa for um signo fértil e o regente da 7ª casa estiver colocado num signo fértil ou mutável.

As mesmas regras são válidas para avaliar o número de casamentos quando o cônjuge é homem, substituindo-se a Lua pelo Sol e Vénus por Marte.

Qual dos Cônjuges Viverá mais Tempo

Para saber qual dos cônjuges viverá mais tempo,  deve observar-se qual, se a Lua se o planeta com o qual está em conjunção, é mais forte. Se o planeta estiver mais forte, a esposa sobreviverá ao marido; se, pelo contrário, a Lua for mais forte, será a esposa a viver mais tempo do que o marido.

Esta análise da força tem em conta as dignidades essenciais e a ausência de combustão e movimento retógrado.

Casar com Alguém Conhecido ou Com um(a) Estranho (a)

Para determinar isto, observamos as casas de colocação dos planetas que significam o casamento. Se estiverem colocados na 3ª ou 9ª casas, e se estão peregrinos ou com poucas dignidades essenciais ou nenhumas, é muito provável que a pessoa case com um (a) estranho (a), isto é, alguém de fora da comunidade em que nasceu.

Quando o regente da 9ª casa está colocado na 7ª casa ou o regente da 7ª casa está colocado na 9ª, indica que a pessoa casará com um (a) estrangeiro(a), alguém de um outro país ou comunidade.

No entanto, a esposa será espiritual, virtuosa e com dinheiro, especialmente se os significadores do casamento forem planetas benéficos e estiverem fortes.

Quando Vénus rege a 9ª casa e está colocado na 1ª ou 10ª casa, a esposa nasceu em outro país.

O Sol e a Lua em conjunção na 7ª casa ou em aspeto com a 7ª casa significam  que a esposa será estrangeira.

A Parte da Fortuna colocada na 3ª casa significa que a esposa nasceu em uma comunidade diferente da do nativo.

Para um juízo mais certo, deve ver-se quais os signos de colocação do regente da 7ª casa, do signo na cúspide da 7ª casa, os signos de colocação de Vénus e a Lua e os quadrantes do horóscopo em que estão colocados,  com isso pode encontrar-se informação adicional sobre a origem da noiva.

Sobre a Beleza ou Falta de Beleza da Noiva

Este aspeto avalia-se pelo signo que ocupa a cúspide da 7ª casa e o planeta que é o principal significador da esposa ou a partir de algum planeta com o qual a Lua forme aspeto de aplicação, seja este uma conjunção ou outro aspeto dentro da orbe admitida.

O juízo depende da colocação da maioria dos indicadores num dos seguintes grupos de signos:

Os signos que indicam beleza são: Gémeos, Virgem, Balança, 1ª parte de Sagitário.

Os signos que indicam beleza medíocre são: Escorpião, Aquário e Peixes.

Os signos que indicam falta de beleza ou deformidade são: Carneiro, Touro, Caranguejo, Leão, última parte dos signos Capricórnio e Sagitário.

Saturno é o principal significador de ausência de beleza e presença de deformidades. Quando está em aspeto negativo com os significadores do cônjuge indica deformidade ou falta de beleza.

Saturno em aspeto com Vénus ou Saturno e Marte na 7ª casa indicam casamento com pessoa mais velha.

Júpiter, Vénus e a Lua em bom aspeto uns com os outros ou com a cúspide da 7ª casa ou com o principal significador da esposa, indica que esta tem beleza.

Quando Júpiter está em conjunção com a Lua na 7ª casa não indica beleza da noiva e, se estiver colocado na 7ª sem estar forte, indica casamento com viúva e não com uma mulher mais jovem.


[1] Na astrologia ocidental um planeta em queda é sinónimo de um planeta em debilitação, sendo este o signo oposto ao da sua exaltação. Assim, a Lua está em queda no signo Escorpião, signo oposto de Touro, onde fica exaltada.

Por outro lado, o detrimento  é a posição oposta ao próprio signo. Por ex., o Sol está no próprio signo ou «domicílio» em Leão e está em detrimento no signo Aquário.

Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments