Óleo Essencial de Wintergreen (Gaultéria)

óleo essencial de Wintergreen capa

O óleo  essencial de Wintergreen é largamente conhecido e muito popular em algumas partes do mundo pelas propriedades terapêuticas que aliviam as dores nas articulações, nos músculos e ossos,  reumatismo, artrite, etc.  Mas é também altamente tóxico e deve ser usado com muito cuidado pois pode ser mortal, embora seja usado  também na indústria para aromatizar doces, pastas dentífricas, etc.

O arbusto com este nome, (Gaultheria Procumbens na sua designação científica) belíssimo com as suas bagas vermelhas, é nativo da América do Norte , acreditando-se que foram os «índios» norte americanos que descobriram as  virtudes terapêuticas deste óleo essencial. Este é extraído por destilação a vapor das folhas da planta.

O óleo de Wintergreen é fácil de encontrar pois é usado como remédio popular em muitos locais para alívio de dores num largo espetro. Isto deve-se em boa parte à sua ação analgésica que, quando o óleo é esfregado numa zona dolorosa, suprime a dor ao atuar sobre as terminações nervosas. Ao mesmo tempo aumenta a circulação sanguínea aquecendo a área atingida. Possui um cheiro forte mas, na opinião da maioria das pessoas, agradável e lembrando doces.

O óleo essencial de Wintergreen atua  não apenas como analgésico mas também induz relaxamento, aliviando a tensão e o stress.

O óleo essencial de Wintergreen tem a capacidade  de penetrar na pele e nos músculos, estimulando a circulação  do sangue nessa área  que aquece e, ao melhorar a circulação sanguínea, atenua as dores causadas pelo reumatismo. Ao mesmo tempo, previne a acumulação de toxinas e ácido úrico, causadores da artrite. Consegue penetrar pela pele  até à corrente sanguínea e ajuda a libertação do ácido úrico através da urina.

O efeito relaxante do Óleo de Wintergreen também auxilia em caso de asma e diversos tipos de espasmos, tanto no sistema respiratório como digestivo, nervoso e muscular. Segundo os peritos, alivia também as convulsões e cãibras musculares.

O facto de este ser um óleo altamente tóxico e mesmo mortal se usado sem cuidado pelos seres humanos, faz com que mate muitos tipos de micróbios, vírus e bactérias como por ex., o staphilococus aureus. Assim, nunca deve ser usado sobre feridas abertas nem deve ser ingerido de modo nenhum, apenas podendo ser aplicado- depois de devidamente diluído num óleo de transporte– na pele,respeitando-se escrupulosamente os conselhos de utilização.

As propriedades adstringentes deste óleo essencial são úteis para manter a firmeza muscular, pois o óleo ajuda a contrair os músculos e também os vasos sanguíneos prevenindo hemorragias.

Quando misturado com água, pode esfregar-se na zona abdominal para ajudar a libertar o excesso de gases.

wintergreen em flor

Como Usar o óleo Essencial de Wintergreen

Antes de usar este óleo essencial, tenha em mente que um dos seus componentes o Methylo Salycilato é altamente tóxico. Nunca deverá ser ingerido. Uma simples colher de chá  deste óleo essencial ingerida pode matar uma  criança e um pouco mais do que isso um adulto. Assim,  todas as precauções gerais que mencionamos nos nossos artigos devem ser tidas em conta  com cuidados redobrados quando se trata deste óleo essencial: uso interno proibido, mesmo muito diluído; não deve ser usado por mulheres grávidas ou a amamentar nem por crianças; não deve ser usado nas mucosas, no nariz, olhos ou boca; não deve ser usado em feridas abertas.  Também não deve ser usado por pessoas com epilepsia nem por pessoas sensíveis ao ácido acetilsalicílico (aspirina). Antes de usar  este óleo pela primeira vez, aplique uma gota misturada com óleo de transporte numa zona do braço e aguarde até ao dia seguinte para ver se não forma reação alérgica. Não deve ser usado com muita frequência. Deve ser afastado das crianças pois o seu cheiro faz lembrar os doces e estas podem inadvertidamente ingeri-lo e morrer. Quando ingerido, este óleo pode causar danos irreparáveis no fígado e nos rins.

A melhor zona para usar este óleo de forma segura é nos pés.

Para aliviar a tensão e dor muscular, use uma gota de óleo essencial em 200 ml de  óleo de coco e massaje na zona afetada. Pode massajar a parte de trás do pescoço e os ombros para o mesmo efeito e para alívio de dores de cabeça.

Pode juntar 1 gota à água do banho para aliviar dores musculares e aliviar a tensão e o stress.

1 gota no difusor ajuda a levantar o humor e alivia o stress.

Wintergreen arbusto

Uso Metafísico do Óleo Essencial de wintergreen

Segundo a tradição, o óleo essencial de Wintergreen tem efeitos de cura  e  proteção de energias negativas quando estas deliberadamente procuram prejudicar a pessoa.

Este óleo tem afinidade com os sentidos físicos (cheiro, gosto, tato e audição). Parece ter a propriedade de aumentar os sons, razão pela qual tem sido usado em cerimoniais e rituais nos quais o som tinha ou tem  um papel relevante. Também se diz que eleva as vibrações energéticas do indivíduo. Segundo a tradição, esta elevação da frequência energética permite o despertar espiritual promovendo a autoconsciência e a autoestima.

óleo Essencial de Vetiver

óleo essencial de Vetiver capa

O óleo essencial de Vetiver é muito popular no subcontinente indiano, onde é conhecido pela designação de «Khus» ou «Khus Khus», onde é amplamente usado na indústria alimentar e nos perfumes.

O Vetiver é uma planeta herbácea com o nome científico Vetiveria zizanoides .  A planta tem um aroma considerado agradável e refrescante, embora, para algumas pessoas seja necessário aprender a gostar deste aroma,  que atua sobre o corpo e a mente. A erva seca e as raízes da planta são largamente usadas para refrescar o ar e afastar os insetos e são  colocados nos telhados, nas cortinas, etc., em casas rústicas.

O óleo essencial de Vetiver obtém-se por destilação a vapor das raízes. Para além da aplicação  terapêutica é muito usado na indústria de perfumaria, sabonetes e como aromatizante na indústria alimentar.

O óleo essencial de Vetiver é também muito apreciado na Aromaterapia, devido à característica que tem de arrefecer e suavizar, tendo por isso efeitos anti-inflamatórios, especialmente em caso de insolação, desidratação da pele, secura da pele causada pelos elementos (como o vento seco que sopra em certos locais do Sul da Ásia).

Os bons efeitos sobre a pele deste óleo essencial evidenciam-se também na propriedade que ajuda a cicatrizar e a atenuar marcas  da pele, ajudando também a renovação dos tecidos nas áreas afetadas. É também útil para «apagar» estrias da pele, como as causadas pela gravidez, marcas causadas por queimaduras, varicela, etc.; é excelente para combater a secura da pele e os seus efeitos

O óleo essencial de Vetiver tem propriedades antibacterianas, sendo eficaz no combate do staphilococus aureus e outras bactérias. Segundo os peritos, pode ser usado sobre as feridas externas ou tomado internamente para prevenir infeções. Nos países asiáticos com clima quente e húmido, este óleo pode ser um auxiliar precioso evitando muitas infeções perigosas  Ajuda também a reduzir o tempo de cura.

Os peritos afirmam que o uso do óleo essencial de Vetiver na alimentação e bebidas  tem efeitos afrodisíacos, atuando sobre a líbido.

Atua também como um tónico geral sobre o organismo, fortalecendo o sistema imunitário e o metabolismo e, segundo os peritos, tem um efeito geral de fortalecer e rejuvenescer. Os seus efeitos fazem-se sentir também no sistema nervoso, reparando os efeitos do stress e das emoções negativas.  É referido o seu efeito positivo no alívio de sintomas causados por desordens neurológicas, nos espasmos, etc.

Os efeitos sobre o sistema nervoso fazem com que também atue como um sedativo e ajude a combater a insónia, acalmando a  mente e fazendo cessar a ansiedade , raiva, etc.

Têm sido referidos benefícios do uso deste óleo para pessoas que sofrem de reumatismo, artrite, dores musculares. Também melhora a circulação sanguínea e ajuda a relaxar.

Vetiver planta

Como Usar o óleo Essencial de Vetiver

Embora este seja considerado um óleo não tóxico e muito seguro, é preferível efetuar o teste antes de usar pela primeira vez, colocando uma gota diluída numa pequena zona do braço e aguardar  24 horas para ver se não tem ação irritativa. Mulheres grávidas e a amamentar e crianças não devem usar este óleo. Não use o óleo nas mucosas do nariz ou interior dos ouvidos nem perto dos olhos.

Para melhorar o sistema imunitário e criar resistência à constipação e gripes pode adicionar 1 ou 2 gotas a uma chávena de chá ou outra bebida quente no Inverno.

Adicione 2 gotas a 5 ml de óleo de transporte como amêndoas doces, coco  ou jojoba e massaje no corpo para promover a circulação e  relaxar.

Coloque 5 a 10 gotas na água do banho para um banho de relaxamento. Também pode massajar nos pulsos e no pescoço para o mesmo efeito, umas gotas diluídas em óleo de transporte.

Para limpar a pele do rosto, adicione 1 gota de óleo essencial de Vetiver a 3 gotas de óleo de coco e passe no rosto, suavemente.

Pode colocar 2 ou 3 gotas no difusor pra queimar. Acalma a mente, refresca o ambiente e afasta os insetos.

Vetiver raízes

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Vetiver

Segundo a tradição, o óleo essencial de Vetiver tem funções de proteção e enraizamento. Acalma e centra a pessoa, quando esta enfrenta a adversidade. Diz-se que protege o sono e os sonhos  da negatividade. Segundo a tradição, promove o amor para todos.

Diz também a tradição que o óleo de Vetiver ajuda a atrair dinheiro e protege dos ladrões.

Óleo Essencial de Vanilla (Baunilha)

óleo essencial de Vanilla capa

Como sabemos, a Vanilla é uma orquídea, mundialmente conhecida pelo seu uso na aromatização de doces, chocolates, pudins, etc. Mas é igualmente usada para fins terapêuticos.

O óleo essencial de Vanilla é extraído usando um solvente que separa uma substância resinosa retirada das vagens fermentadas da planta Vanilla Panifolia, a orquídea trepadora que produz as tão apreciadas vagens de baunilha. Estas não são fáceis de obter, de modo que, à venda, a maioria dos «aromas» de baunilha que encontramos no mercado são sintéticos e não provêm da planta referida. Esta orquídea crescia originalmente  no México e outros países da América Central, do Sul e das Caraíbas. Porém, a maior parte da Vanilla comercializada é hoje cultivada na Indonésia. Esta orquídea trepadora precisa de calor, humidade e uma altitude de cerca de 1500 m para crescer bem.  As flores têm também que ser polinizadas para produzir a vagem.

Algumas qualidades do óleo essencial de Vanilla explicam o seu uso também na área terapêutica:

As  propriedades antioxidantes ajudam a combater os radicais livres e outras toxinas, fortalecem o sistema imunitário, favorecem o bom funcionamento do sistema nervoso e da memória, ajudam a prevenir a perda de visão e audição, a degeneração macular etc., para além de ajudarem a reparar as células e a repelir os insetos.

Estas propriedades antioxidantes  também  fazem deste óleo um  auxiliar anti –cancerígeno   pois ajuda a prevenir certos tipos de cancro como o do cólon e o da próstata e inibe o crescimento das células cancerígenas. As propriedades sedativas fazem-se sentir em todos os sistemas do organismo, que atua suavizando e  acalmando e reduz todos os processos inflamatórios, ao mesmo tempo que combate a febre e alivia a ansiedade. Este efeito calmante e relaxante faz-se sentir também no cérebro e nos nervos.

O uso do óleo essencial de Vanilla estimula a produção de hormonas como a testosterona e os estrogénios por isso é considerado um afrodisíaco que aumenta a líbido.

Tem também propriedades febrífugas, combatendo a febre e a inflamação.

A Vanilla, devido ao seu aroma e ao componente hydroxybenzaldheyde tem fortes propriedades antidepressivas. E, segundo os peritos, mesmo a Vanilla sintética consegue, pelo seu aroma, ajudar os que estão deprimidos, a melhorar o humor. E também promove um sono mais tranquilo e reparador, ajudando os que têm dificuldade em conciliar o sono.

Tem sido também referido o efeito de alívio das náuseas e a redução  dos gases intestinais pelo uso deste óleo essencial.

São referidas também propriedades de repelente de insetos, especialmente mosquitos.

A Vanilla é largamente utilizada na culinária como aromatizante, sendo uma dos aromas mais populares.

É também usada na indústria cosmética e de perfumaria.

Como Usar o Óleo Essencial de Vanilla

Embora não se conheçam efeitos secundários do óleo essencial de Vanilla, é aconselhável efetuar o teste normal adicionando uma gota do óleo de Vanilla a 3 gotas de óleo de jojoba e aplicando numa zona do braço; aguarde 24 horas para ver se não tem reação alérgica. Por precaução, mulheres grávidas ou a amamentar e crianças não devem usar este óleo essencial.

É de salientar que a maioria dos óleos de Vanilla encontrados à venda não são oriundos da planta referida mas são produtos sintetizados. O óleo verdadeiro de Vanilla é bastante caro pois não é fácil obter os frutos da planta em grandes quantidades. Quando o óleo é de origem vegetal normal, é preciso ter em conta também a concentração de Vanilina. A de uso culinário é bastante mais fraca, contendo em geral apenas 2%. Deve escolher-se uma variedade que contenha pelo menos 25% de extracto original. Ao contrário de outros óleos, o de Vanilina é diferente pois não é extraído por destilação a vapor mas é extraído com solventes como o álcool.

Em aromaterapia, o óleo essencial de Baunilha usa-se frequentemente  para aliviar o stress e relaxar. Para o efeito podem colocar-se 2 ou 3 gotas no difusor e deixar espalhar o aroma. Em alternativa, pode adicionar-se 2 gotas a uma bola de algodão e inalar.

Para alívio do stress também pode adicionar 5 gotas à água do banho. Ajuda igualmente a aliviar a fadiga e a ansiedade.

Pode adicionar-se 2 gotas ao shampoo para obter cabelos mais bonitos e sedosos. Também pode adicionar-se ao creme ou óleo de massagem e massajar na área abdominal para redução dos gazes ou no peito para reduzir os sintomas de tosse e resfriados.

Para combater os insetos e, ao mesmo tempo, usufruir dos benefícios do aroma do óleo essencial de Vanilla pode deitar 5 gotas num pequeno copo e  colocar num recipiente com spray, borrifando o ar à sua volta .

Para esfoliar o rosto pode adicionar 2 gotas de óleo essencial de Vanilla a 3 colheres de sopa de açúcar mascavado  e o  sumo de um limão. Mexa e aplique no rosto, massajando por alguns minutos. Retire com água morna e a seguir molhe o rosto com água fria para  uma limpeza profunda  da pele.

Para ajudar a dormir, pode colocar 2 ou 3 gotas de óleo essencial numa bola de algodão e colocar  esta bola junto da cama e do rosto.

Pode adicionar 2 ou 3 gotas ao seu óleo de massagens e usar no pescoço, pés estômago e no peito para relaxar e reduzir a ansiedade mas também para alívio de dores musculares e  como anti inflamatório.

Como Fazer Óleo de Vanilla em Casa

Não é difícil conseguir fazer o seu próprio óleo de Vanilla. Tudo o que precisa é de adquirir várias vagens de Baunilha, de preferência orgânicas, parti-las em pedaços, retirar as sementes e colocar os pedaços partidos num recipiente de vidro que feche hermeticamente. Cobrir os pedaços das vagens com óleo de jojoba ou de amêndoas doces e deixar estar pelo menos uma semana. Segundo os peritos, não é preciso filtrar o óleo. O aroma vai-se tornando mais forte com o tempo.

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Vanilla

A Vanilla tem associação com a água e com Vénus . Segundo a tradição, além de acalmar e relaxar, é considerada um poderoso instrumento para fortalecer o indivíduo, trazer boa sorte e, sobretudo, atrair  o amor para a vida da pessoa. O incenso de Vanilla tem a mesma finalidade, quando queimado e também é usado para melhorar as aptidões mentais. Segundo a tradição, queimar incenso de Vanilla aumenta a sensação de paz e de conforto.

Em conjunto com o óleo essencial de Canela, o óleo de Vanilla também é usado para atrair prosperidade e abundância, incluindo dinheiro.

Óleo Essencial de Tomilho

óleo  essencial de Tomilho capa

O tomilho (thymus vulgaris) é uma planta aromática muito utilizada  como condimento culinário ,  tisanas etc. Para além disso, tem também uso medicinal devido ao seu óleo essencial, extraído por destilação a vapor das flores, ramos  e folhas frescas.

O óleo essencial de Tomilho é usado para melhorar a circulação sanguínea, embelezar a pele, fortalecer o sistema imunitário. A melhoria da circulação sanguínea permite uma oxigenação mais eficiente, o que também tem efeitos positivos sobre o coração. As propriedades antibacterianas e antifúngicas fortalecem o sistema imunitário, tanto a nível interno como externo. As propriedades antioxidantes, por sua vez, ajudam a prevenir os efeitos dos radicais livres.

Outra propriedade muito apreciada deste óleo é a de cicatrização que ajuda a desvanecer cicatrizes e marcas na pele, marcas de ferimentos e acne. Estas propriedades fazem deste um óleo popular para o tratamento da pele: também  ajuda a curar feridas, previne a inflamação e as propriedades antisséticas em conjunto com as antioxidantes ajudam a manter a pele com aspeto saudável e jovem.

O óleo essencial de tomilho é também anti espasmódico, aliviando contrações musculares e espasmos no trato respiratório, intestinos, músculos etc..

Atua eficazmente contra dores reumáticas, artrite e gota, segundo os peritos, pois melhora a circulação sanguínea e liberta toxinas através da sua função diurética.

As propriedades anti bacterianas inibem o crescimento de bactérias dentro e fora do corpo. São referidas melhorias nas infeções do intestino, órgãos reprodutores e uretra. As propriedades anti inflamatórias ajudam a superar as dores nas articulações.

Este óleo tem também uma ação tonificante sobre o sistema circulatório, coração, sistema digestivo, sistema nervoso, sobre a pele ao mesmo tempo que fortalece o sistema imunitário. Protege a saúde do coração, ajudando o funcionamento das válvulas cardíacas, relaxa as artérias e as veias e os músculos cardíacos.  Porém, eleva a pressão arterial pelo que quem sofre de hipertensão deve evitar o seu uso.

Também tem uma ação carminativa atuando sobre os gases intestinais.

A função emenagoga ajuda a equilibrar a menstruação e reduz as dores.

O óleo essencial de Tomilho também é útil em caso de constipações e catarro, pois tem propriedades expetorantes, ajudando a curar as infeções do trato respiratório, descongestionando as vias respiratórias.

As pessoas que sofrem de Hipotensão também podem beneficiar do uso do óleo de Tomilho, que ajuda a regularizar a tensão baixa. Já as pessoas com Hipertensão devem evitar o uso deste óleo, pelo menos sem ouvir o especialista.

Outros benefícios que podem ser citados acerca do óleo de Tomilho são: a sua ação como estimulante do metabolismo, o que também aumenta os níveis de energia e reduz a sensação de fadiga; a ação anti desintoxicante que ajuda a limpar o fígado e também o seu uso em aromaterapia para alívio do stress.

tomilho flor

Como Usar o Óleo Essencial de Tomilho

Como referimos habitualmente, antes de usar o óleo essencial de Tomilho dilua uma gota num pouco de óleo de transporte e aplique numa zona do braço aguardando 24 h para ver se tem ação irritativa.  Considerado um óleo «quente», o óleo de Tomilho não deve ser usado puro, devendo ser sempre diluído. Não deve ser usado durante a gravidez nem aleitação e, se sofre de tensão alta (Hipertensão) não deve usar este óleo sem falar com o médico antes. Crianças também não devem usar este óleo. Note que algumas pessoas revelam ser alérgicas ao óleo essencial de Tomilho, fazendo uma dermatite na pele. Assim, se tem pele sensível, é melhor evitar este óleo essencial, a menos que seja indicado pelo especialista.

Para a saúde da pele, pode adicionar 2 gotas ao creme ou loção para o corpo .

Pode ingerir, segundo os peritos,  1 ou 2 gotas com uma chávena de chá no Inverno  para melhorar o sistema imunitário.

Pode adicionar 1 gota de óleo essencial de Tomilho a 5 ml de óleo de coco ou outro óleo de transporte e massaje no peito e nas têmporas para aliviar o stress. Pode, em alternativa, respirar o aroma do óleo colocando 1 ou 2 gotas no difusor.

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Tomilho

Este óleo essencial está associado ao equilíbrio e à coragem: na Idade Média, raminhos de Tomilho eram oferecidos aos cavaleiros antes do combate para estimular a sua coragem.  Em termos mais espirituais associa-se à cura, à purificação e ao amor.  A tradição afirma  que este óleo revela a verdade e equilibra a mente e o corpo. Está associado ao elemento Fogo que estimula a coragem  e nos revela tal como somos. É uma das fragrâncias angélicas, acreditando-se que fortalece e dá coragem quando isso é necessário para enfrentar os problemas da vida. Segundo a tradição, o elemento Fogo do óleo permite, quando é usado, apelar ao auxílio dos anjos para obter o seu apoio.

Usado no queimador ou difusor, o óleo de Tomilho purifica o ar  do lar. A tradição acredita que o uso deste óleo essencial (por ex., colocando algumas gotas na água do banho) atrai seres elementais da Natureza como as designadas fadas.

Óleo Essencial de Sândalo

óleo essencial de Sândalo capa

O óleo essencial de Sândalo é extraído de pedaços de madeira da árvore com o mesmo nome quando tem entre 40 e 80 anos de idade, sendo que, quanto mais velha é a árvore, mais forte é o aroma e a qualidade do óleo essencial que é extraído por destilação a vapor do Sândalo da Índia,  cientificamente designado  Santalum Álbum. Existem mais duas variedades de Sândalo, o Hawaiano, muito caro e o australiano que, embora não seja tão benéfico é o que mais se encontra no mercado, uma vez que as outras variedades são muito caras e raras (o Sândalo da Índia está quase em extinção, após exploração massiva).

A madeira de Sândalo tem sido largamente utilizada e apreciada por muitas civilizações e, na Índia, é um ingrediente essencial dos rituais religiosos e sociais, sendo considerado sagrado. A sua utilização é indispensável em muitas cerimónias e rituais ao longo da vida e também na morte pois é queimada madeira de sândalo no momento da cremação do corpo e em conjunto com este.

O óleo de Sândalo tem também muitos usos na terapia e nos tratamentos da pele, além de também ser utilizado como incenso.

Este óleo essencial é antissético e é considerado seguro para uso interno e externo. Dizem os peritos que ajuda a curar feridas e úlceras internas bem como protege feridas e cortes na pele para não  ficarem infetados.

É também anti inflamatório, aliviando todos os tipos de inflamação interna ou externa, sendo considerado particularmente eficaz nas inflamações nervosas e circulatórias.

O óleo de Sândalo é sedativo e relaxante: relaxa os músculos, nervos e vasos sanguíneos tendo por isso um efeito benéfico sobre os espasmos e contrações. Estas propriedades também se mantêm quando é usado na pele que ajuda a manter firme, ajudando também a firmeza das gengivas e dos músculos. É largamente usado para tratar os nervos, a pele, os músculos e até os ossos. É um dos óleos que consegue passar a barreira sanguínea no cérebro. Também ajuda a  salvaguardar a saúde celular.

A tradição  na Índia usa uma pasta de Sândalo que aplica na pele desde há muito tempo e que torna a pele mais macia,  atenua cicatrizes e marcas. O mesmo efeito é conseguido com o uso do óleo essencial que é adicionado a cosméticos para a pele, como cremes, sabonetes ou loções.

O óleo essencial de Sândalo tem uma ação diurética aumentando o volume e a frequência da urina o que também, só por si, reduz as possibilidades de inflamação, uma vez que as toxinas perigosas são excretadas com a urina.

Tem, igualmente, propriedades desinfetantes, afastando os insetos e os micróbios. As varetas de incenso de Sândalo para queimar podem desinfetar largas áreas de espaço.

Alguns usam  o óleo essencial de Sândalo  como desodorizante corporal.

Este óleo essencial tem também excelente reputação como auxiliar do bem- estar emocional.

árvore de Sândalo com  frutos

Como Usar o Óleo Essencial de Sândalo

Este óleo essencial é considerado seguro e não tóxico, desde que seja usado diluído num óleo de transporte. Mas não fará mal fazer o teste que temos aconselhado aqui de colocar uma pequena porção de óleo diluído numa zona do braço e aguardar 24 h para ver se  não há reação alérgica. Não deve ser usado em zonas sensíveis como os olhos nariz ou  ouvidos. Sempre que precisar de usar o óleo na pele, prefira a aplicação no pé, se possível.

Segundo os peritos, podem misturar-se algumas gotas na água do banho para desinfetar feridas ou cortes ou prevenir infeções da pele, ao mesmo tempo que ajuda a obter mais firmeza na pele. Para o mesmo efeito podem adicionar-se algumas gotas á loção ou creme para a pele.

Embora a ingestão dos óleos não seja, por norma, aconselhável, alguns peritos aconselham adicionar algumas gotas de óleo essencial de Sândalo a um copo de leite para curar infeções internas, na garganta, estômago e tubo digestivo, intestinos, esófago, etc..

Para  nutrir e rejuvenescer a pele, misture 1 ou 2 gotas de óleo diluído com algumas gotas de óleo de transporte na face e incline o rosto com a cabeça coberta por uma toalha, sobre uma tigela de água bem quente, respirando o vapor.

Para deixar o cabelo sedoso, aplique 1 ou 2 gotas no cabelo molhado antes de secar.

Misture 1 ou 2 gotas de óleo essencial de Sândalo com 5 gotas de óleo de Amêndoas doces ou outro óleo de transporte como Jojoba ou Azeite virgem na palma das mãos;  coloque o rosto perto das mãos e respire o aroma para equilibrar as emoções. Alternativamente coloque duas gotas no difusor  e deixe espalhar o aroma.

Para atenuar as rugas, adicione 1 ou 2 gotas ao creme do rosto.

Para combater  o cabelo seco adicione 2 a 6 gotas  a 5 a 10 gotas  óleo de coco e passe no cabelo depois do champô.

madeira de sândalo

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Sândalo

Este óleo é considerado sagrado em muitas tradições espirituais e é usado em cerimónias de natureza espiritual em todo o mundo, tanto na oração como na meditação. A sua ação sobre a mente e o cérebro produz relaxamento e acalma, permitindo alcançar um estado de paz interior. Para intensificar esta ação calmante, pode passar-se um pouco de óleo diluído na testa.

Metafisicamente o óleo essencial de Sândalo está associado á harmonia, unidade, paz e serenidade. Tem também funções de proteção e de cura . As propriedades do óleo de Sândalo promovem um estado de meditação que faz a conexão com o plano espiritual da identidade e ajudam a sentir a unidade com a dimensão universal do ser. É considerada uma das fragrâncias angélicas. A tradição refere que este óleo liga o plano físico e o espiritual e facilita a ligação com o todo cósmico do Ser.

Segundo os peritos,  a mistura de 3 gotas de óleo essencial de Sândalo com 2 gotas de óleo de Alfazema tem funções protetoras e de cura.

Óleo Essencial de Pau -Santo

óleo Essencial de Pau Santo

O óleo de Pau- Santo é extraído da árvore conhecida como «Pau -Santo», cientificamente designada Bursera Graveolens nativa da América central e do Sul. A madeira desta árvore é considerada sagrada por várias culturas e é queimada em diversas cerimónias e rituais, afirmando-se que o fumo da madeira ao queimar, com um aroma muito forte , afasta os «maus espíritos». O óleo essencial de Pau -santo extrai-se por destilação a vapor que extrai as resinas e o óleo da planta. Este tem efeitos benéficos para a saúde tendo sido usado pelos antigos Incas em cerimónias e rituais espirituais, para afastar energias negativas.

Segundo os peritos, o óleo de Pau-santo é útil para aliviar dores musculares, níveis elevados de stress e ansiedade, problemas do sono, infecções no trato respiratório, problemas de pele, artrite, etc..

A percentagem elevada de limoneno (89%) que é anticancerígeno ajuda, segundo os peritos, a prevenir o surgimento de cancro e o uso do óleo em aromaterapia, colocando umas gotas no difusor e inalando o óleo de forma regular, aumenta a quantidade de substâncias antioxidantes o que, por sua vez, ajuda a prevenir doenças crónicas.

Para além das propriedades antioxidantes, o óleo de Pau- Santo é também anti inflamatório,  dando alívio em situação de dores nas articulações dores de cabeça, problemas gastrointestinais.

O óleo de Pau -Santo é um desintoxicante e também um estimulante do sistema imunitário. Para este fim pode ser inalado ou aplicado de forma tópica, sobre a pele (sempre diluído pois este óleo é extremamente forte e nunca deverá ser usado sem diluir).

Os componentes do óleo de Pau -Santo atuam sobre o sistema límbico no cérebro, reduzem a ansiedade e o stress e permitem relaxar.

A acção sobre o sistema nervoso acalma espasmos de origem nervosa e outras desordens associadas com o sistema nervoso. Induz o sono, nos que têm dificuldade em dormir e melhora o estado geral do humor. Também acalma dores de origem nervosa de carácter crónico.

Na pele, o óleo essencial de Pau -Santo ajuda a inibir a destruição da elastina e, desse modo, promove o aspeto jovem da pele durante mais tempo. Ao mesmo tempo, as qualidades antioxidantes ajudam a neutralizar as manchas de envelhecimento.

Os efeitos sedativos tornam este óleo num bom auxiliar do sono: uma gota diluída em 5 ml de óleo de transporte massajado no peito ajudam a adormecer de forma tranquila e sem interrupções.

Os peritos referem que o efeito sobre o sistema imunitário faz do óleo essencial de Pau- Santo um agente eficaz na prevenção de alergias sazonais, ao mesmo tempo que inibe a libertação de histaminas no corpo.

Desde há milhares de anos que queimar pedaços de madeira de Pau- Santo tem sido feito para limpar a casa e a própria energia subtil dos indivíduos. O Uso do óleo para o mesmo efeito é igualmente eficaz sobretudo porque limpa bactérias e vírus  ao mesmo tempo que, na casa,  limpa superfícies e o espaço de maus odores.

O óleo de Pau- Santo pode também usar-se como repelente de insetos, especialmente dos mosquitos.

Árvore Pau- Santo

Como Usar o Óleo Essencial de Pau- santo

Este é um óleo extremamente forte pelo que nunca deverá usar-se sem ser diluído. Como habitualmente, faça um teste com uma pequena porção do óleo e aplique no braço (diluído!) deixando ficar por pelo menos 24 horas para ver se não faz reação alérgica. Mulheres grávidas e a amamentar não devem usar este óleo essencial. Nunca deverá ser ingerido internamente pois pode causar vómitos e náuseas, dores fortes de estômago, irritações na pele. Este óleo destina-se a ser usado apenas externamente, em aromaterapia, num difusor. Embora raros, há casos de pessoas que são alérgicas ao óleo essencial de Pau -Santo.

Os peritos aconselham usar o óleo numa proporção de uma parte de óleo essencial e uma parte de óleo de transporte.

A melhor forma de usar este óleo é inalando o seu aroma a partir de um difusor, onde pode colocar 2 gotas de óleo essencial. Pode igualmente colocar na palma da smãos 2 gotas diluídas com 2 gotas de óleo de coco e esfregar gentiment eas mãos, aproximando-as depois do nariz para inalar.

Pode também misturar 2 gotas em 5 ml de óleo de transporte como amêndoas doces jojoba ou coco ou óleo de massagem e aplicar nas zonas musculares doridas.

Para ajudar a relaxar, a dormir ou aliviar o stress, use no difusor ou massaje no peito 1 ou 2 gotas em óleo de transporte. Também pode massajar nas têmporas, atrás do pescoço ou na sola dos pés a mesma mistura para os mesmos efeitos.

madeira de Pau- santo

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Pau Santo

O óleo de Pau- Santo é considerado eficaz para enraizar  na energia da Terra, ajudando a sintonizar com a fonte essencial da energia terrestre. Liberta energias negativas como emoções de raiva, medo, etc. Os peritos consideram que é útil na meditação para ajudar a focar o espírito. É considerado semelhante, na capacidade de limpeza energética, ao óleo de Cedro e de Sálvia.

Os antigos Incas queimavam a madeira de Pau Santo para fins de purificação, limpeza energética e  invocação de proteção. Segundo estas tradições, o óleo de Pau- Santo traz amor e boa sorte.

Óleo Essencial de Sálvia

óleo essencial de Sálvia capa

A Sálvia é uma planta bem conhecida, embeleza os nossos  jardins e é  usada na culinária como aromática. É também largamente usada na indústria cosmética, na qual o seu óleo é um ingrediente frequente, sobretudo nos produtos para a pele. A Sálvia (Salvia officinallis)  contém muitos componentes  úteis para uso terapêutico. O seu óleo é extraído por destilação a vapor das folhas frescas.

A sálvia é uma planta perene natural do mediterrâneo e do sul da Europa. Vulgarmente é também conhecida por sálvia dalmaciana ou sálvia verdadeira. O seu nome em latim «salvere» é sugestivo, significando «salvar». Muito usada pelos povos do mediterrâneo desde a antiguidade, era considerada sagrada. Os gregos e romanos usavam-na para  conservar a carne e outros alimentos para não se estragarem. Não deve confundir-se o óleo da Sálvia verdadeira (Salvia officinallis) com o óleo de Sálvia Esclareia, planta da mesma família de arbustos mas cujo óleo é diferente.  No entanto, como o óleo de Sálvia verdadeira pode ser irritante para algumas peles e o óleo de Sálva Esclareia é menos forte, este é por vezes usado em vez do óleo de que falamos neste artigo.

Entre os muitos usos terapêuticos do óleo essencial de Sálvia, salientamos:

As propriedades antifúngicas, devido à presença de cânfora e canfeno alivia infeções fúngicas internas e externas incluindo dermatite e pé de atleta. Estas propriedades justificam aa sua inclusão em produtos para a pele. Possui também propriedades antimicrobianas e antibacterianas, podendo usar-se em pequenas feridas ou cortes para prevenir infeção. Pode usar-se  para matar bactérias presentes no interior do organismo ou na pele (incluindo feridas). Deste modo, é também usado como antissético nas feridas, cortes e ulcerações da pele. Por estas razões, é também reconhecido como desinfetante.

A propriedade mais apreciada do óleo essencial de Sálvia é, no entanto, a antioxidante, que previne o envelhecimento da pele, razão pela qual este óleo entra em muitos produtos anti- envelhecimento. Esta  propriedade também ajuda a prevenir perda de audição e visão, perda de memória, degeneração dos tecidos e  desordens nervosas, contribuindo para a saúde cerebral.

O óleo essencial de Sálvia é também um anti inflamatório, atuando na desintoxicação do sangue  causadas pela ingestão de substâncias tóxicas  e na pele; também é eficaz para reduzir inflamações acompanhadas de febre. Tem sido reportada a sua ação eficaz para aliviar inflamações do intestino e do estômago.

A acção antiespasmódica ajuda a aliviar dores de estômago causadas por espasmos ou cãibras.

Auxilia a digestão, melhorando o funcionamento digestivo e curando as inflamações no estômago causadas pela acidez e, deste modos, ajuda a prevenir as úlceras do sistema digestivo ao mesmo tempo que neutraliza a acidez antes de esta  chegar à corrente sanguínea. A sua acção no sistema digestivo não termina aqui. Com efeito, o óleo essencial de Sálvia ajuda o processo de digestão, promovendo a secreção dos sucos gástricos e da bile e inibindo o crescimento dos micróbios no sistema digestivo.

Tem acção depurativa, ajudando o sangue a libertar-se de toxinas, ao promover a transpiração e a consequente libertação de toxinas através da pele.

Outra propriedade muito apreciada no óleo de Sálvia é a cicatrizante, que  ajuda a desvanecer cicatrizes e marcas da pele, estrias e outras marcas de cortes , incisões na pele, etc., ao mesmo tempo que ajuda a curar mais rapidamente esses cortes e feridas.

Para as mulheres, este óleo essencial tem ainda outros efeitos benéficos pois ajuda a aliviar as perturbações causadas pela menstruação, atuando na ativação dos estrogénios e ajudando a regularizar este processo, reduzindo as dores de cabeça e outros incómodos associados como instabilidade do humor e fadiga, segundo os peritos.

Também tem funções de expetorante, útil em caso de constipação e inflamação do trato respiratório. Também reduz a febre.

É estimulante, antes de mais para o cérebro e sistema nervoso, para o sistema digestivo e circulatório. Tem acção estimulante também sobre os intestinos, ajudando em caso de obstipação a regularizar o trânsito intestinal.

É apontado o seu uso benéfico em caso de caspa ou cabelo oleoso e também tem acção de limpeza sobre o cabelo.

flores de sálvia

Como Usar o Óleo Essencial de Sálvia

Antes de mais, como em qualquer outro óleo, não se esqueça de fazer um pequeno teste no braço com uma gota de óleo diluída para ver se não desenvolve irritação na pele no prazo de 24 horas.

A presença de Cânfora e Canfeno, que são tóxicos, aconselha a que nunca se use este óleo sem  ser diluído. Mulheres grávidas, a amamentar, doentes crónicos e crianças não devem usar este óleo essencial. Sendo um estimulante cerebral, pessoas com epilepsia, pressão arterial elevada ou outros distúrbios nervosos não devem usar este óleo. Pessoas idosas também não devem usá-lo.

Este óleo não deve usar-se com muita frequência. Algumas autoridades alertam para a possibilidade de ser neurotóxico se usado em demasia.

Apenas quantidades muito pequenas devem ser usadas . Peritos consideram que 0,4 % de óleo essencial diluído num óleo de transporte é a quantidade máxima a usar.

Dadas as suas características, o principal uso deste óleo deve ser  limitado aos especialistas em aromaterapia. O uso do óleo é basicamente feito pela sua inclusão em cremes e óleos de massagem, nunca ultrapassando a percentagem referida acima.

Não ingira este – nem outro- óleo essencial.

Propriedades Metafísicas do Óleo Essencial de Sálvia

A tradição atribui a este óleo essencial as características de promover a coragem, enraizamento e perseverança. Também se relaciona com a proteção espiritual, a sabedoria e a longevidade, sendo usado desde há muitos séculos por vários povos para afastar energias negativas . É considerado, por isso, um agente de limpeza e de purificação. Segundo diz a tradição, o uso do óleo é encarado como um pedido aos guerreiros cósmicos para proteção pessoal e da mãe Terra em relação a todas as energias negativas que podem interferir com a ordem divina. É por isso considerado sagrado e é uma das fragrâncias angélicas. Segundo a tradição, usa-se este óleo para chamar as forças da luz quando a pessoa se sente num ambiente governado pela escuridão espiritual.  O uso do óleo de Sálvia (também podem queimar-se as suas folhas e deixar espalhar o fumo) purifica os lugares e ambientes, bem como o campo energético da pessoa e, segundo os antigos, traz a sabedoria cósmica para o coração.

Usado no difusor ou queimador- 2 a 3 gotas misturadas com água ajuda a intuir a sabedoria cósmica e também, segundo dizem, a longevidade.

Óleo Essencial de Rosa

O perfume de Rosa é um dos mais apreciados, tal como as suas bels flores. O seu óleo acrescenta sempre uma nota de grande requinte aos cremes e cosméticos  sendo um ingrediente muito apreciado na alta perfumaria. O óleo puro de Rosa é muito difícil de encontrar devido ao preço proibitivo. São necessárias 12000 pétalas de rosa para produzir apenas 5ml de óleo essencial. Assim, no mercado encontra-se em geral o óleo já muito diluído apenas com cerca de 5% de óleo de Rosa.

O óleo essencial de Rosa é obtido por destilação a vapor  das pétalas frescas. Tem sido usado para tratar problemas de saúde e para tratamentos de beleza desde há milhares de anos. O óleo obtém-se a partir da variedade de Rosa Damascena  e contém princípios químicos que o tornam útil no tratamento da depressão.  A escolha desta variedade deve-se ao facto de ser a que tem um aroma mais forte, sendo esta, segundo se crê, a «rosa vermelha» original que é também a mais rica em óleo essencial. Estudos parecem comprovar que um tratamento de aromaterapia duas vezes por semana com óleo de Rosa misturado com óleo de Alfazema reduz a depressão pós parto e a ansiedade. Também melhora o estado de humor e aumenta a autoestima e a autoconfiança. Em suma, ajuda a fazer surgir sentimentos positivos e dá mais força para viver.

O óleo de Rosa possui efeitos anti inflamatórios e sedativos, ajudando em situações de febre, inflamações microbianas ou intoxicação alimentar.

As propriedades do óleo essencial de Rosa também o tornam útil para a pele: estudos indicam que o óleo de Rosa é um dos óleos com propriedades bactericidas mais fortes. Tem uma acção considerada muito eficaz no combate ao acne, matando a bactéria Propionibacterium acnes  que o produz. A razão pela qual o óleo de Rosa é adicionado a cremes e cosméticos para a pele é que aumenta a permeabilidade da pele, ajudando, desse modo, a pele a absorver maior quantidade de nutrientes.

Pode substituir as loções antisséticas quando há feridas, lavando-as com este óleo essencial. A sua aplicação tópica ajuda  a prevenir infeções nas feridas.

O óleo essencial de Rosa é também antiespasmódico, aliviando espasmos e cãibras musculares, nos intestinos, no trato respiratório. É igualmente útil em caso de convulsões.

É antiviral, formando um escudo de defesa em relação a muitos tipos de vírus. Contribui igualmente para curar bactérias no estômago, intestinos, cólon e trato urinário e, no plano externo, ajuda a curar  infeções da pele, ouvidos, olhos e feridas.

Tem propriedades adstringentes, ajuda a fortalecer gengivas e as raízes do cabelo, contrai os músculos, o intestino e a parede abdominal, corta o fluído do sangue quando há feridas, ajuda a prevenir a queda de cabelo  e dos dentes, etc..

Segundo os peritos, o óleo de Rosa ajuda a aumentar a líbido quando há problemas associados ao stress e ansiedade.

Tem uma acção purificadora, removendo ou neutralizando as toxinas. Os compostos antioxidantes ajudam a renovar a pele e a melhorar o aspeto de cicatrizes, estrias, marcas no rosto. Regula os ácidos no estômago e no sangue e ajuda os processos de digestão, prevenindo obstipação e mal -estar digestivo.

O óleo de Rosa é benéfico para o sistema hormonal, estimula as hormonas associadas á menstruação, regularizando os períodos. Também é reputado por facilitar o processo da menopausa.

O óleo de Rosa ajuda a manter a saúde do fígado, protegendo-o de infeções. Também é um bom auxiliar em  problemas de acidez, excesso de bile e  úlceras.

O óleo de Rosa tem propriedades laxantes, que ajudam a libertar toxinas do corpo.

Atua também como um tónico para os nervos, ajudando-os a manter-se saudáveis.

Como Usar o óleo de Rosa

Tenha em atenção os avisos de precaução habituais e, antes de usar este óleo essencial, faça o teste numa pequena superfície da pele, colocando um pouco de óleo de Rosa diluído e aguarde até ao dia seguinte para ter a certeza de que não causa reação irritante na pele. Evite usar o óleo muito concentrado pois o seu forte aroma, benéfico em muitas situações, quando concentrado pode causar dores de cabeça. Não deverá ser usado por mulheres grávidas nem a amamentar nem por crianças. Não use este óleo junto dos olhos,  no nariz ou nos ouvidos.

Para combater a ansiedade e a depressão que causam insónia, pode adicionar-se 5 gotas de óleo de Rosa a 5 gotas de óleo de Alfazema  e colocar no difusor antes de ir dormir.

Para combater a acne, adicione 1 gota de óleo de Rosa a 3 gotas de óleo de coco e embeba um cotonete nesta mistura, aplicando de seguida em cima da área afetada. Faça este tratamento 3 vezes por dia.

Para aumentar a líbido, pode adicionar 2 gotas de óleo de Rosa a 5 gotas de óleo de coco, jojoba ou azeite virgem de oliveira e esfregue atrás do pescoço. Em alternativa pode colocar duas gotas no difusor e colocá-lo no quarto de dormir.

 

Uso Metafísico do óleo Essencial de Rosa

O óleo essencial de rosa está associado ao contentamento, felicidade, paciência. A tradição atribui-lhe também as qualidades de cura e proteção.  simboliza  o amor incondicional e a capacidade de se dar, bem como conforto, harmonia  e bem estar. É uma das fragrâncias angélicas. É considerado o óleo da deusa do Amor, elevando as vibrações onde se encontra o seu suave aroma. Colocado no queimador ou difusor, faz surgir sentimentos de amor e generosidade para com todos os seres.

 

Óleo Essencial de Pinho

óleo essencial de Pinho capa

O óleo de Pinho é um óleo bastante usado em aromaterapia. Tem baixa toxicidade para os humanos e possui diversas virtudes terapêuticas .É extraído da árvore comumente conhecida pelo nome de  Pinheiro, cientificamente Pinus Sylvestris . Estima-se que os pinheiros, hoje espalhados pelo mundo, tenham tido origem na Rússia e na Áustria. A popularidade do óleo de Pinho é facilitada justamente pela abundância  desta árvore em muitos locais.

O óleo essencial de Pinho é extraído por destilação a vapor das «agulhas» do pinheiro . Tem um aroma refrescante e de limpeza e é muito usado tanto para fins terapêuticos como na limpeza do lar. O aroma amadeirado peculiar e muito agradável lembra o vigor da floresta. As suas características terapêuticas foram investigadas por Hipócrates, o pai da medicina ocidental que o usou para se tratar a si próprio, na antiga Grécia.

Alguns  usos do óleo  essencial de Pinho  que a tradição enaltece são:

O uso  analgésico, que dá bom  alívio da dor. Tem efeitos estimulantes sobre a pele, fazendo o sangue circular na superfície da pele e, desta forma, ajuda a libertar toxinas, regenera as células e alivia a dor. Estudos têm comprovado que é especialmente eficaz no tratamento da dor resultante de queimaduras.

O óleo de Pinho tem igualmente uma ação anti-inflamatória que ajuda a desinchar os tecidos e reduz a irritação causada por dores crónicas nas articulações. Quando associado á água do banho ou a um óleo de massagem também ajuda a aliviar dores agudas musculares. As suas propriedades analgésicas fazem dele um possível substituto de outros medicamentos anti inflamatórios.

O óleo de Pinho é considerado um potente tratamento das dores de cabeça, atuando a vários níveis, incluindo na dissolução das toxinas suspensas no ar. Colocado no difusor, purifica o ar e as superfícies de bactérias e micróbios que viajam pelo ar. Estudos realizados comprovam a sua eficácia contra as bactérias ambientais.

O óleo de Pinho tem uma ação revigorante sobre a mente e o corpo e tem por isso o efeito de ajudar a superar a fadiga física e mental, ajudando a concentração, a memória e a atenção. Também contribui para desenvolver sentimentos positivos, melhorando o estado de humor. Para usufruir dos seus bons efeitos pode colocar umas gotas no local de trabalho quando é necessário focar a atenção por longas horas, em bolas de algodão próximas de si.

O óleo de Pinho tem algumas propriedades semelhantes às do Eucalipto e uma delas é a de ser expetorante, ajudando a libertar o trato respiratório.  Tal como o Eucalipto, ajuda a curar a garganta inflamada. Para aumentar os efeitos pode ser misturado com o óleo essencial de Eucalipto  (por ex., 2 gotas de cada um dos óleos em 10 ml  de óleo de coco  e massajar no peito para manter as vias respiratórias e o nariz desobstruídos.

Outro uso bem conhecido do óleo de Pinho é no tratamento das afeções da pele como acne, psoríase, eczema, pé de atleta, pele seca ou com comichão. É também conhecida a sua ação anti oxidante que ajuda a reduzir os efeitos dos radicais livres sobre a pele.

O óleo de Pinho é também um excelente desodorizante para o lar, ao mesmo tempo que mata os micróbios e bactérias do ar. Para isso pode simplesmente colocar 2 ou 3 gotas no difusor ou adicionar a um vaporizador ou spray e espalhar um pouco de água com 2 ou 3 gotas de óleo essencial de Pinho. Adicionado ao óleo de massagem, o óleo de Pinho tem um efeito profundamente relaxante, revigorante e estimulante do humor e da mente.

Como Usar o óleo essencial de Pinho

O óleo essencial de Pinho tem um baixo grau de toxicidade mas, como deve acontecer com todos os óleos antes de os usar, teste a sua reação a este  óleo colocando uma pequena porção do óleo diluído em óleo de transporte no braço e aguarde  24 horas para ver se não produz uma reação  de irritação na pele. Algumas pessoas revelaram ser sensíveis a este óleo. O óleo não deve aplicar-se em mulheres grávidas ou a amamentar nem em crianças. Respeite o prazo de validade do óleo pois, quando oxida, a sua ação sobre a pele torna-se bastante prejudicial. Antes de aplicar o óleo na pele, procure conselho com um especialista em aromaterapia para prevenir reações de  irritação e use o óleo de acordo com as instruções.

Para repelir  traças e outros insetos que podem afetar as roupas, coloque 10 gotas do óleo essencial  em pequenos pedaços de madeira não tratada e espalhe os pedaços de madeira   nos armários e gavetas.

Para refrescar o ar e matar as bactérias e micróbios, coloque 4 gotas de óleo essencial num copo de água e colocar esta água num recipiente com spray e vaporize no ar, evitando que a água com o óleo caia sobre os móveis.

Para combater as dores de cabeça pode ser colocado no difusor ou  pode misturar 2 gotas  em 5 ml de óleo de amêndoas doces ou azeite  e massajar suavemente no peito e nas têmporas. Pode ainda abrir o frasco e inalar durante alguns segundos, quando a dor de cabeça aparece.

Para desodorizar os ambientes, ponha algumas gotas num pedaço de algodão e coloque nos locais (como as casas de banho) que deseja purificar e desodorizar. Outro uso espetacular do óleo de Pinho é para limpar tapetes e carpetes. Para isso adicione 20 gotas de óleo essencial a um recipiente com água e limpe com esta mistura zonas com manchas e maus cheiros. Também destrói ácaros e bactérias alojados nos tapetes. A sua ação mantém-se por bastante tempo e  o aroma agradável do pinheiro também será sentido em toda a casa de forma duradoura.  Para erradicar as pulgas adicione algumas gotas de óleo de pinho a um recipiente com vaporizador spray e uma colher de chá de álcool e vaporize em todas as zonas onde os insetos se alojam.

Como Fazer óleo essencial de Pinho em Casa

Colha agulhas  frescas e pequenos ramos tenros de pinheiro e lave-os bem com água e detergente da louça. Não use nunca as agulhas que caem no chão. Passe abundantemente por água e seque com papel de cozinha. Coloque as agulhas e os raminhos num pilão e amasse até esmagar bem as agulhas e ramos para extrair o óleo. De seguida, coloque num recipiente e cubra completamente com óleo de amêndoas doces. Coloque uma tampa e abane para misturar. Coloque o recipiente num ambiente morno e sem expor diretamente à luz solar. Abane o recipiente uma vez por dia durante 7 dias. Após esse prazo, coloque o recipiente  num local escuro (como o interior de um armário) sem lhe mexer durante 14 dias. Depois desse tempo filtre o óleo usando uma gaze ou um coador fino para o separar das agulhas e dos ramos. Coloque o óleo obtido num frasquinho escuro com uma tampa firme. Use-o de preferência durante os próximos 3 meses e deite fora o que não tiver sido usado após 6 meses.

Uso Metafísico do óleo essencial de Pinho

O óleo essencial de Pinho está associado à humildade, simplicidade, cura. O seu aroma poderoso  leva o espírito a integrar-se na Natureza e a aceitar a sua sabedoria.  Segundo a tradição, este óleo leva a preservar  o que se ama e a compreender que destruir o que se ama é destruir-se a si próprio. É uma das fragrâncias angélicas. Ajuda a desenvolver a criatividade que emana do coração. Segundo a tradição, adicionar 2 ou 3 gotas de óleo de Pinho a um pouco de água e usar no queimador ajuda os que respiram este aroma a serem férteis em todos os sentidos. Adicionado a pequenos saquinhos que se transportam junto à carteira atrai dinheiro, segundo as mesmas fontes.

Óleo Essencial de Palissandro (Pau Rosa)

óleo essencial de Pau rosa capa

O Palissandro é uma árvore da Amazónia muito conhecida no Brasil, da família das Lauráceas, designada cientificamente por Aniba Rosaeaodora. No Brasil esta árvore tem o nome de Pau Rosa e é uma árvore de grande porte, que pode crescer até uma altura de 40 m. É também uma árvore muito apreciada no Paquistão e na Índia e possui lindas flores com um aroma muito agradável. Esta árvore é altamente apreciada como madeira decorativa, o que conduziu ao abate de muitas destas árvores para obter madeira para móveis e outros objetos de decoração, colocando em risco a sua sobrevivência, razão pela qual existem restrições ao seu abate na atualidade .

O óleo essencial de Pau rosa  é obtido a partir da madeira, por destilação a vapor. O aroma desta planta entra na composição do famoso perfume Channel 5.

Infelizmente, o corte indiscriminado de árvores de Palissandro no passado faz desta árvore uma espécie em perigo de extinção pelo que  o uso deste óleo deverá, sempre que possível, ser substituído por outros com propriedades similares. Se mesmo assim desejar comprar este óleo essencial, não se esqueça de comprar apenas marcas que certifiquem uma origem responsável e que respeite as regras a observar perante espécies da biodiversidade que estão ameaçadas. A legislação obriga a que, por cada árvore cortada, seja plantada uma nova.

O óleo de Palissandro tem um aroma doce e floral, ligeiramente picante. Tem o efeito de melhorar o humor e aliviar sintomas de depressão, sendo por isso bastante usado em Aromaterapia. Ajuda a superar sentimentos de tristeza e de fracasso e eleva o estado de espírito permitindo levar por diante as tarefas do dia -a- dia com mais ânimo e alegria. Os peritos aconselham o seu uso para combater a ansiedade em situação de exames, responsabilidades profissionais novas, etc.

O óleo de Palissandro tem também algumas propriedades analgésicas, embora não muito fortes, aliviando ligeiras dores de cabeça, dores de dentes, musculares e nas articulações, etc..

Tem também propriedade antisséticas, aliviando a comichão causada pelas picadas de insetos e ajuda a proteger e a curar pequenos cortes e abrasões na pele.

O aroma deste óleo essencial é também desodorizante. Ajuda também a prevenir infeções por bactérias.

O óleo de Palissandro é um estimulante cerebral ,ajudando a manter o estado alerta da consciência e melhorando o funcionamento da memória, ao mesmo tempo que previne o surgimento de dores de cabeça.

Outra propriedade deste óleo é a inseticida: mata piolhos, mosquitos, pulgas, insetos da cama, formigas. Pode ser esfregado na pele para afastar os mosquitos, servindo de repelente.

Tem uma ação estimulante sobre o organismo e as funções metabólicas, aumentando a secreção de hormonas, enzimas e os processos da digestão. Ajuda em caso de náuseas  e vómitos.

Também ajuda  a manter a pele mais saudável e com aspeto mais jovem. Atenua as rugas, ajuda a tratar a acne e outros problemas de pele.

árvore de Pau rosa em flor

Como Usar o Óleo Essencial de Palissandro

Este óleo essencial é reconhecido  pelos peritos como não tóxico e não irritante, não causando, segundo estes, sensibilização. Assim, é considerado seguro. Apesar disso, e tendo em conta as diferenças individuais, aconselhamos que faça o teste habitual, numa pequena área do braço, colocando uma porção do óleo diluído e esperando 24 horas antes de usar o óleo em zonas mais amplas da pele. Também não deve ser usado por mulheres grávidas ou a amamentar. Não ingira este (nem qualquer outro) óleo essencial.

Para alívio da depressão e melancolia, dores de cabeça, constipações, tosse, náuseas, pode colocar 3 gotas no queimador e inalar o aroma do óleo. Em alternativa pode colocar 3 gotas num copo de água e vaporizar usando um recipiente com spray.

Pode misturar 2 gotas ao óleo de massagem e massajar na pele, para alívio dos sintomas referidos acima, para  levantar o estado de humor e aliviar o stress. Pode ,alternativamente, adicionar 10 gotas à água do banho para o mesmo efeito. Pode igualmente usá-lo no duche: depois de ter o corpo bem molhado, coloque 5 ou 7 gotas nas mãos, esfregue bem as mãos com o óleo e passe em todo o corpo molhado. Pode passar por água depois disso passado um ou 2 minutos.

Pode adicionar 1 ou 2 gotas ao creme ou loção do corpo para estimulação das células e regeneração dos tecidos, rejuvenescer a pele e alisar algumas rugas.

3 gotas no queimador ajudam também a repelir insetos do ambiente e, se usado no vaporizador sobre superfícies que alojam insectos, mata-os e ajuda a obter um cheiro refrescante.

Coloque 1 ou 2 gotas num óleo de transporte como 5ml de óleo de Amêndoas doces e aplique com um cotonete ou algodão numa área da pele ferida ou que precise de curar.

tronco de Pau rosa

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Palissandro

Este é considerado um óleo ideal para a meditação pois ajuda a atingir um estado de consciência de tranquilidade numa elevada vibração espiritual e promove sentimentos positivos. Acalma igualmente os nervos, induzindo sentimentos de paz e de compaixão. Leva a ver a beleza inerente na realidade à nossa volta. Possui uma vibração feminina e ajuda a equilibrar a feminilidade no âmago do ser.

A vibração do óleo de Palissandro ajuda a sentir conexão com a Natureza e a sentir-se enraizado nesta e também enraizado na energia da Terra. Ajuda igualmente a conectar-se de forma positiva com os outros e com a energia de compaixão do próprio coração, levando a amar-se a si mesmo e aos outros.