Tetrabiblos de Ptolomeu- Poderes dos Planetas

imagem estilizada de planeta

Começamos neste artigo a explorar para os leitores a obra máxima da astrologia antiga, Tetrabiblos de Ptolomeu, composta por 4 livros, descrevendo as características e a natureza dos planetas. Ptolomeu nasceu no ano 100 da era cristã  na cidade de Alexandria, na altura sob o império romano. Foi o mais célebre astrónomo do mundo antigo, sendo também matemático, geógrafo e astrólogo. A sua conceção do universo, controversa por várias razões, dominou o mundo até à entrada do século 18. A visão do universo concebida por Ptolomeu está hoje ultrapassada mas…

Continuar a Ler

Definições de Serapion- Forças e Fraquezas dos Planetas

Representação do Zodíaco

Continuamos a apresentar o glossário das definições do astrólogo helenístico Serapion, no texto Paranomasiai. Neste artigo descrevemos algumas das forças e fraquezas mais significativas dos planetas segundo este autor. Planetas em Quadratura e oposição com o Sol– os planetas que formam o aspeto de quadratura (90º) ou Oposição (180º), este último designado por «diâmetro» com o Sol  são poderosos, mesmo que estejam colocados em casas «pouco proveitosas». Dons de Saturno– Sejam quais forem os dons que Saturno confere ao nativo, estes não podem ser cancelados por nenhum  outro planeta. Aspeto…

Continuar a Ler

Serapion de Alexandria Definições #2

(alt=" ")

Neste artigo continuamos a publicar o glossário astrológico  com as definições deixadas na obra de Serapion de Alexandria, Paranomasiai. Lote da fortuna– é o arquétipo ou primeiro padrão.  Como referimos nos artigos sobre as partes ou lotes, o lote da fortuna tem relação com o corpo e, por isso, foi considerado um ponto de referência importante pelos astrólogos antigos, que o usavam também como Ascendente especial. Lua Brilhante- quando a Lua se afasta 15º para lá do Sol e se eleva, é dita brilhante.             A mesma designação aplica-se aos outros…

Continuar a Ler

Serapion de Alexandria- Definições das Configurações Celestes

planeta Saturno

  Neste artigo  descrevemos os significados de algumas definições usadas pela astrologia helenística, a partir da obra Paranomasia atribuída a  Serapion de Alexandria, que viveu na área mediterrânica no século I da era cristã. Esta obra é um glossário das configurações do horóscopo, explicando o significado de configurações que envolvem os signos, as casas e os planetas no horóscopo. Alguns investigadores consideram que o texto existente e traduzido por vários estudiosos inclui as definições de Serapion e também de outros autores, sendo portanto posterior ao século I. Reproduzimos neste artigo…

Continuar a Ler

Dignidade dos Planetas e Modos de Receção

mentes em interação

Falamos hoje do conceito de «receção» incluído no contexto das «dignidades» que a astrologia antiga reconheceu e estudou. Este conceito de receção coincide com o conceito de «dispositor». Vamos explicar como. Não se trata, neste primeiro conceito, da receção mútua, de que falaremos abaixo neste artigo. Os medievais, no comentário que fizeram a esta dignidade, referem (Al  Biruni séc XI) que o planeta em receção é aquele que , estando na dignidade de um outro,  recebe uma cortesia. Esta cortesia significa, ao mesmo tempo, que o visitante  recebe uma cortesia…

Continuar a Ler

Planetas Fracos na Astrologia Helenística

Sala Vazia

Nos artigos anteriores falámos da dignidade essencial dos planetas e do significado de cada uma das «dignidades». Neste artigo discutimos os planetas fracos na Astrologia Helenística, em que se inclui o planeta peregrino, em queda e em detrimento. As dignidades essenciais são dignidades permanentes de um dado planeta. O que acontece quando um planeta não  está colocado em nenhuma dessas dignidades? É disso que vamos falar neste artigo, dos  graus de fraqueza dos planetas segundo a Astrologia Helenística e Astrologia Ocidental posterior. Planeta Peregrino Quando um planeta está colocado numa…

Continuar a Ler