A 12ª Casa Segundo a Astrologia Helenística

a 12ª casa segundo a astrologia helenística

A 12ª casa é uma casa da máxima importância nas escolas de Astrologia ligadas à compreensão dos fundamentos kármicos da existência. Desde a antiguidade mais remota e também com os astrólogos helenísticos esta casa, misteriosa em muitos aspetos, pode lançar bastante luz sobre as causas dos eventos  na vida de uma natividade particular. Robert Schmidt e Curtis Manwaring são os autores que, em nosso entender, mais iluminam os significados antigos desta casa e nos ajudam a compreender melhor o que esta significa no horóscopo.  No passado, a 12ª casa era…

Continuar a Ler

A 11ª Casa Segundo a Astrologia Helenística

a 11 ª casa segundo a Astrologia Helenística

A 11ª casa segundo a Astrologia Helenística era designada por «Bom Espírito». O facto de a 5ª casa, sua oposta, ter a designação de «Boa Fortuna», faz-nos perceber que a 11ª casa  se refere mais a aspetos subjetivos como as boas expetativas, esperanças, presentes, alianças com pessoas bem colocadas ou «superiores» (socialmente) ao nativo e que o podem beneficiar, significa também os amigos, aqueles que nos «patrocinam» ou dão proteção conferida pela sua posição para que alcancemos certos benefícios sociais. Júpiter tem a sua «alegria» nesta casa e, por esse…

Continuar a Ler

A 10ª Casa do Horóscopo Segundo a Astrologia Helenística

A 10ª casa segundo a astrologia helenística

A 10ª casa em grego, era designada por «praxis» que significa ação e também trabalho. A tradição chamou-lhe também «Meio do Céu» por ser o ponto mais elevado na eclíptica e também, simbolicamente, o ponto em que a luz solar atinge a sua máxima força e brilho. Por analogia, simboliza também a autoridade, mas a autoridade terrena, não a divina pois Capricórnio, o signo que corresponde à 10ª casa, é o signo da máxima materialidade, aquele onde o espírito se cristaliza com mais solidez  no mundo terreno. As realizações da…

Continuar a Ler

A Oitava Casa Segundo a Astrologia Helenística

A 8ª Casa do Horóscopo na Astrologia Helenística

Neste artigo falamos dos significados da 8ª casa segundo a Astrologia Helenística, que pela primeira vez sistematizou esses significados, seguidos posteriormente pelos vários ramos da Astrologia ao longo do tempo, por vezes com algumas modificações. O conhecimento dos significados «originais» das casas é um precioso auxiliar da interpretação das áreas significadas pelo horóscopo ainda hoje ajudando-nos a compreender melhor cada uma das casas do horóscopo. A 8ª casa era designada pelo nome de «lugar ocioso» e «lugar da morte».  Para compreender este significado, é útil lembrar um outro conceito, usado…

Continuar a Ler

A 6ª Casa Segundo a Astrologia Helenística

a 6ª casa na astrologia helenística

Na Astrologia Antiga as casas eram vistas em grande parte  tendo em conta a sua  caracterização como casas pivô ou angulares, casas sucedentes e casa cadentes. O caráter benéfico ou maléfico  atribuído tinha bastante a ver com essa classificação. A 6ª casa é uma casa de declínio, isto é, é uma casa cadente. Era designada pelos antigos como  «a má fortuna». A sua posição é abaixo do horizonte e, por esse facto, está  associada com o septo ou divisão noturna do horóscopo, influenciado pela Lua que rege a fortuna e…

Continuar a Ler

A 4ª Casa Segundo a Astrologia Helenística

A 4ª casa na Astrologia Helenística

A 4ª casa do horóscopo segundo a Astrologia Helenística era também designada por «lugar subterrâneo», era vista como o «lugar mais próximo da Terra», o lugar mais escondido de todos os lugares e, no ser humano, significava os aspetos mais escondidos  do seu ser. A associação com a Terra revela outro significado, o de que a 4ª casa simboliza o enterro, bem como os assuntos do nativo imediatamente após a morte. E, como a morte deixa para trás tudo o que o nativo possuía em termos materiais, a 4ª casa…

Continuar a Ler

A Terceira Casa do Horóscopo na Astrologia Helenística

A 3ª casa na Astrologia Helenística

A 3ª casa do Horóscopo era designada por «o lugar da Deusa da Lua». Esta é a casa onde  os antigos afirmavam que a  Lua tem a sua «alegria» ou «felicidade». Falaremos em outro artigo das «alegrias» dos vários planetas, um conceito –chave da astrologia mais antiga. Segundo as fontes da Astrologia Helenística, é a 3ª casa e não a segunda, que se refere às posses. A 2ª casa refere mais claramente «os meios» de ganhar a vida e o sustento, bem como o potencial de sucesso para adquirir propriedade.…

Continuar a Ler

A Segunda Casa do Horóscopo Segundo a Astrologia Helenística

SEgunda casa do Horóscopo segundo a Astrologia Helenística

A segunda casa do horóscopo era também designada, na Astrologia Helenística ,de «Portal do Hades». Paulo Alexandrinus descreveu os significados desta casa mas não deu explicações sobre esta designação que a relaciona com a morte. Entre muitas das suposições que  encontrámos para  esta associação as que nos parecem mais credíveis são referidas pelo investigador da Astrologia Helenística Robert Schmidt, que refere  que a designação de Portal de Hades se deve ao facto de a 2ª casa ser a primeira (o portal) na qual o Sol se retira para o submundo …

Continuar a Ler

A Primeira Casa do Horóscopo Segundo a Astrologia Helenística

1ª casa do horóscopo na Astrologia Helenística

Iniciamos o primeiro de 12  artigos em que vamos descrever os significados de cada uma das casas do horóscopo segundo  a Astrologia Helenística, indo deste modo à origem desses significados. Esta recuperação dos significados das casas do horóscopo tal como estes foram definidos pelos antigos astrólogos ajuda a perceber muitos aspetos pouco claros da caracterização das casas do horóscopo , perdidos ou mal  interpretados pela Astrologia Medieval e adotados pela Astrologia Moderna. A primeira casa do horóscopo era designada pelos gregos antigos de «horóskopos» ou «horóscopo», entendida como «o ponto…

Continuar a Ler

Casas «Tópicas» e «Dinâmicas» na Astrologia Helenística

casas tópicas e dinâmicas

Os astrólogos helenísticos usavam o sistema «uma casa= um signo inteiro». As casas tornaram-se, deste modo, o «domicílio» dos planetas regentes dos signos. Porém, para analisar a força dos planetas usavam as «casas dinâmicas». Para o efeito dividiam os 4 ângulos do horóscopo- Do Ascendente ao Fundo do Céu, deste ao Descendente, etc., dividindo por 3 o número de graus que ia de um ponto angular ao outro. As casas do horóscopo não são, no entanto, estáticas, são antes dinâmicas e representam o movimentos dos planetas e dos 4 ângulos…

Continuar a Ler